Seguidores

quarta-feira, 8 de junho de 2011

CRÔNICAS DE MARECHAL FLORIANO ... PARTE III

FALAR DE MARECHAL , NÃO SE PODE ESQUECER DO FUTEBOL ...

O AMÉRICA FUTEBOL CLUBE !!!

UM TIME QUE FEZ HISTÓRIA ...

A COISA ESQUENTAVA QUANDO O JOGO ERA COM O CAMPINHO ,

DE DOMINGOS MARTINS ...

A RIVALIDADE ERA FERRENHA !!!

TORCEDORES QUE ANIMAVAM E BRIGAVAM MESMO ...

LEMBRO-ME DE UM CASO DE UMA TORCEDORA QUE DEPOIS DO JOGO

EM DOMINGOS MARTINS SAIU SOZINHA DO CAMPO E A COITADA

FOI ENCURRALADA PELA TORCIDA ADVERSÁRIA , ELA SE ASSUSTOU

QUANDO VIU AQUELA TURMA VINDO PARA CIMA DELA , E MESMO

ASSIM FICOU NA DEFENSIVA AGUARDANDO , COITADA ...

FOI SALVA POR UMA TORCEDORA SENSATA DO CAMPINHO , QUE

VIU QUE NÃO TINHA LÓGICA O MASSACRE ...

ELA FOI EMBORA COM O CORAÇÃO EM SALTO , MAS NA POSE !!!

E A RIVALIDADE NÃO FICAVA SÓ QUANDO TINHA JOGO , ERA

CONSTANTE ...

ATÉ HOJE AINDA TEM RESQUÍCIOS DESTA RIVALIDADE !!!




















América de Marechal Floriano vence Campeonato Intermunicipal de Clubes


Roberly Pereira

Foto: Roberly Pereira
Marechal Floriano – A tradicional equipe de futebol das montanhas – América Futebol Clube de Marechal Floriano – venceu o Campeonato Intermunicipal de Clubes. A partida final da categoria ‘titulares’ aconteceu na tarde deste domingo, quando o clube florianense derrotou o Cruzeiro de Ponto Alto, Domingos Martins, por 3x1.

Os finalistas enfrentaram a alta temperatura da tarde deste domingo no Estádio José Henrique Pereira, mas se apresentaram bem técnica e fisicamente. As arquibancadas do Estádio José Henrique Pereira lotaram. O time do Cruzeiro, mostrando experiência jogava fácil nos primeiros minutos de jogo, e se aproximava com mais facilidade da área do adversário.

No transcorrer da partida pelo menos três gols foram perdidos pelos atacantes do time de Ponto Alto. Mas quem marcou primeiro foi o time de Marechal Floriano. Num escanteio, aos 34 minutos, o zagueiro americano Ripher, apesar de bem marcado, subiu muito e escorou de cabeça, abrindo o placar.

Em seguida o avante do América, Dudu ainda chutou uma bola na trave. O time do Ponto Alto tentava empatar, correndo muito, com lançamentos precisos, mas cometeu muitas jogadas violentas, coibidas pelo árbitro Edson Esperidião, da Confederação Brasileira de Futebol.

Foto: Roberly Pereira
Depois de desperdiçar jogadas preciosas, o time do Ponto Alto levou o segundo gol. O jogador Macanaíba ampliou o placar, marcando com categoria após tabelar com Dudu. No segundo tempo o jogador Lino, do time do Ponto Alto perdeu uma chance preciosa.

Mas de bola parada Rodineli diminuir a diferença do placar e em outra oportunidade semelhante quase empata o jogo. Marquinhos do América definiu o resultado marcando um gol, bem trabalhado, já aos 40 minutos da etapa complementar.

O juiz Edson Espiridião acrescentou quatro minutos, e ao som do apito final, os torcedores do América invadiram o gramado para comemorar. O capitão Dedinho recebeu das mãos do jornalista Roberly Pereira, do deputado Marcelo Santos e do vereador Juarez Xavier, o troféu José Henrque Pereira Filho, uma homenagem ao ex-craque e um dos fundadores do time de Marechal Floriano.

América – Murilo, Ciran, Ripher, Dedinho, Daniel (Welignton), Gabriel, Kiko, Kedney (Michel), Jocinho, Macanaíba (Marquinhos) e Dudu.
Cruzeiro – Pedreiro, Patrício, Sandro, Cimar, Rodineli, Leandro, Giovani, Danilo, Antônio Carlos, Rafael e Pulga.












Nenhum comentário: