Seguidores

sexta-feira, 27 de abril de 2012

BARRADA NO DETECTOR DE METAIS ...





COMO FALOU UMA AMIGA DE MARECHAL ... 


- VANINHA , VOCÊ CAUSOU NO AEROPORTO DE VITÓRIA ( rsrsrsr).






OUTRO DIA FOMOS PASSEAR EM NATAL-RN.
CHEGAMOS NO AEROPORTO DE VITÓRIA-ES. POR VOLTA DAS 8:00 hr. 
FIZEMOS O CHECK-IN E FOMOS PARA O EMBARQUE ,TUDO TRANSCORRIA TRANQUILAMENTE ... 







ATÉ QUE FUI PASSAR NO DETECTOR DE METAIS ... 
E O MESMO APITOU , PASSEI NOVAMENTE E CONTINUOU ... 
ENTÃO A MULHER PEDIU PARA QUE EU SUBISSE NO TAPETE E ABRISSE 
OS BRAÇOS PARA PASSAR O DETECTOR MANUAL ... 


QUE TAMBÉM APITOU ... 
SENTI UMA PRÓPRIA TERRORISTA E, ATÉ FALEI : 
- TENHO CARA DE TERRORISTA , NÉ ???
A MULHER SORRIU ...
PENSEI E NÃO FALEI : 
" SERÁ QUE VOU TER QUE TIRAR O VESTIDO ??? "



MINHA AMIGA SIMONE FALOU : 
- A SANDÁLIA DELA TEM TACHINHAS !!! 
CASO RESOLVIDO , O PROBLEMA ERAM AS TACHINHAS ... UFA !!!
ENTÃO , PUDE EMBARCAR ...
EM SÃO PAULO NA HORA DE PASSAR NO DETECTOR , FALEI DAS 
TACHINHAS E DO PROBLEMA EM VITÓRIA  E QUE ERA RUIM TIRAR 
A SANDÁLIA , POIS USO MULETA ( NÃO TIVE PROBLEMA ) ... 


TIVEMOS MAIS ALGUNS CONTRATEMPOS NO AVIÃO ,
NUM DETERMINADO ASSUNTO , JÁ ESTAVA ME REFERINDO AS 
BAGAGENS COMO MERCADORIA ... 
MAS , É OUTRA HISTÓRIA !!! 


CHEGAMOS NO NOSSO DESTINO ... 
NATAL É UM LUGAR LINDO , QUE VALE A PENA 
SER VISITADO !!!




GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER  


quarta-feira, 25 de abril de 2012

O SAPO E A COBRA - LENDA AFRICANA




ESTA FÁBULA DO FOLCLORE AFRICANO FAZ-NOS REFLETIR SOBRE 
COMO O MUNDO SERIA MELHOR SEM OS PRECONCEITOS QUE 
AFASTAM AS PESSOAS ...




Era uma vez um sapinho que encontrou um bicho comprido, fino, brilhante e colorido deitado no caminho.
- Alô! Que é que você está fazendo estirada na estrada?
- Estou me esquentando aqui no sol. Sou uma cobrinha, e você?
- Um sapo. Vamos brincar?
E eles pularam a tarde toda pela estrada.
- Vou ensinar você a subir na árvore se enroscando e deslizando pelo tronco.
E eles subiram. Ficaram com fome e foram embora, cada um para sua casa, prometendo se encontrar no dia seguinte.
- Obrigada por me ensinar a pular.
- Obrigado por me ensinar a subir em árvore.
Em casa o sapinho mostrou à mãe que sabia rastejar.
- Quem ensinou isto para você?
- A cobra, minha amiga.
- Você não sabe que a família cobra não é gente boa? Eles têm veneno. Você está proibido de brincar com cobras. E também de rastejar por aí. Não fica bem.
Em casa, a cobrinha mostrou à mãe que sabia pular.
- Quem ensinou isso para você?
- O sapo, meu amigo.
- Que besteira! Você não sabe que a gente nunca se deu com a família Sapo?
Da próxima vez, agarre o sapo e... bom apetite! E pare de pular. Nós cobras não fazemos isso.
No dia seguinte, cada um ficou na sua.
- Acho que não posso rastejar com você hoje.
A cobra olhou, lembrou do conselho da mãe e pensou: "Se ele chegar perto, eu pulo e devoro ele". Mas lembrou-se da alegria da véspera e dos pulos que aprendeu com o sapinho. Suspirou e deslizou para o mato. Daquele dia em diante, o sapinho e a cobrinha não brincaram mais juntos. Mas ficavam sempre ao sol, pensando no único dia em que foram amigos. 

( ENCONTREI ESTE TEXTO E ACHEI MARAVILHOSO COMPARTILHAR COM VOCÊS )

PARA UMA ÓTIMA REFLEXÃO MEUS QUERIDOS , 
ABRAÇO CARINHOSO E FRATERNAL ... 

GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER 

segunda-feira, 23 de abril de 2012

A CHAMA QUE NOS MOVE É O AMOR (5) ...




A TRAJETÓRIA DA LUA 




NO SEU CARRINHO QUE  GANHOU DE SUAS MADRINHAS ... 
PELO VISTO GOSTOU !!!



ELA CONTINUA UMA GRAÇA ,
SEMPRE AMOROSA E  CARINHOSA ...
JÁ ENVIEI O E-MAIL QUE MINHA QUERIDA AMIGA CID@ DO 
BLOG MOSAICOS , CARINHOSAMENTE ME ENVIOU PARA 
CONSEGUIR UMA CADEIRINHA ... 
ESPERO QUE DÊ CERTO !!!



Nenhum outro animal compartilhou tanto com o homem quanto o nosso cão doméstico. Na verdade, nos últimos doze mil anos essa espécie trocou a sua liberdade por uma relação incerta com a espécie humana.
A amizade entre o homem e o cão alcançou o ápice de nossa experiência. O animal foi um silencioso e nunca festejado companheiro no início da era do Homo Sapiens. Mais tarde, rotulado como um objeto desprezado de superstição, foi chamado de "lobisomem", ou coisa pior, mesmo tendo desempenhado ações relevantes, como parceiro e companheiro amado.
Mesmo desprezados, explorados ou acariciados, os cães continuaram nossos mais leais companheiros. Eles caçam, divertem, fazem companhia, vão à guerra e têm sido ao mesmo tempo usados e recompensados por algum e raro ser humano.
Mas por que os seres humanos gostam de cães? Quando pequenos são engraçadinhos? Quando adultos nos dão segurança ? Os com pedigree são símbolos de status? Porém, ultimamente, amamos os cães porque eles simplesmente nos amam.
Nossa amizade com os cães é uma relação simbiótica, que desafia a explicação racional. Esse animal talvez seja uma criatura selvagem a ser domesticada e acariciada, um espelho que reflete nossas principais emoções, um participante dos nossos lamentos, um ser que contribui para nossa felicidade ou um portador de paz.
Não sabemos por quê os cães nos amam, seja o seu "dono" rico ou aquele que dorme a céu aberto tendo como seu anjo da guarda ao seu lado, o cão. Parece que esse desconhecimento nunca vai ser revelado ao ser racional. Para isso teríamos que ser altruístas o tempo todo. Impossível. A nós, pensadores e tão cheios de explicações lógicas, o que  resta é admirar esse desconhecido e respeitoso mundo animal.

LUA, MUITO TEM NOS ENSINADO  COM SUA ALEGRIA ... 
SOMOS PESSOAS PRIVILEGIADAS POR TE-LA CONOSCO !!!



GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER 







ORAÇÃO AOS ANIMAIS 

Meu São Francisco de Assis
Protetor dos animais
Olhai por nós que rogamos
Vossa benção e muita paz.
Olhai os abandonados
Sofrendo agruras nas ruas
E os que puxam carroças
Açoitados nas ancas nuas.
Pelos pobres passarinhos
Que não podem mais voar
Presos em rudes gaiolas
Só porque sabem cantar.
E as cobaias de laboratório
Que sofrem dores atrozes
Em experiências terríveis
Que lhes impõem seus algozes.
Olhai os que são perseguidos
Sem piedade nas florestas
Só por causa da ambição
Dessas caçadas funestas.
Pelos animais de circo
Que não têm mais liberdade
Presos em jaulas minúsculas
À mercê de crueldade.
Olhai os bois de rodeio
E os sangrados nas touradas
Barbárie e crimes impostos
Por pessoas desalmadas.
Pelos que têm de lutar
Até a morte nas rinhas
Quando o homem faz apostas
Em transações tão mesquinhas.
Olhai para os que são mortos
Nos macabros rituais
Em altares religiosos
Que usam sangue de animais.
Meu bondoso protetor
Oro a vós por meus irmãos
Para que sua dor e tristeza
Não sejam sofrimentos vãos
Amém!





domingo, 22 de abril de 2012

A SABEDORIA DOS DITADOS ...




Rogério Lacaz-Ruiz
"É a mulher que faz ou desfaz a casa"
"Deus, que é eterno faz com que cada um tenha o seu dia"

(Provérbios árabes)






O ser humano começa a amadurecer quando toma consciência das próprias limitações. Muitas pessoas morrem com idade avançada, mas nem todas morrem com espírito jovem. O ser humano é limitado, e as coisas que o cercam também! Uma das limitações humanas é a linguagem. E os problemas de comunicação aparecem, queiramos ou não.
O que há em comum então entre os homens? Qual o denominador comum? Enxergamos limites distintos nas pessoas..., mas elas continuam sendo pessoas! Segundo Boécio (sec.V) a pessoa é uma substância individual de natureza racional. Tudo o que diz respeito a natureza hu-mana, é comum a todos. Nem por isso, perdemos nossa individualidade; somos responsáveis pelos nossos atos, e não podemos desfazê-los. O falar, o escrever, são atos humanos.
A sociabilidade do homem, não exclui sua individualidade. A sociedade continuará existindo, independente de nós; e existem certos princípios que valem para todos os homens. Estes princípios, que fazem parte da cultura, são valores transmitidos de geração em geração, de pais para filhos, e correspondem ao mundo real, e à verdade das coisas. Por este motivo são perenes e universais, contrapondo aos chavões, próprios de algum lugar, ou limitados no tempo.
Os ditados, ou "...sentenças do ocidente medieval e da tradição árabe (amthal) são totalmente distintos dos sentenciários contemporâ-neos, veiculados por livros folhinha, livros-agenda e demais pílulas de otimismo, reflexão em gotas, etc ... Sentenças hoje, sentenças dos antigos. Há porém, uma decisiva diferença entre nosso pensamento minimalista e a sabedoria dos antigos: nós estamos voltados somente para o interessante; eles, para a verdade das coisas." (Lauand, 1994.)
Por estes motivos - o da universalidade e o da perenidade -, vale a pena recordar alguns ditados populares, que irão enriquecer o nosso cotidiano, e poderão contribuir para simplificar as nossas relações sociais, ou mesmo o viver.
Um primeiro exemplo, vem de Tomás de Aquino (1225-1274) São sentenças usadas em seus escritos, ou cunhadas por ele próprio. Des-te modo, verificamos que muito do que dizemos hoje, já era lugar-comum há alguns séculos, o que reforça sua perenidade e universalidade.

1. "O poder mostra o que o homem é"
2. "Cada qual com seu igual"
3. "Para frente é que se anda"
4. "Uma andorinha só não faz verão"
5. "Ler e não entender é negligenciar"
8. "Quem diz as verdades, perde as amizades"
9. "A verdade gera o ódio"
10. "Sou homem e tudo o que é humano me diz respeito" (Terêncio)

Também para a tradição ocidental, os ditados e sentenças de ori-gem latina representam um tesouro cultural. Fumagalli (1955) recolheu 2948 "sentenze proverbi motti divise frasi e locuzioni latine", e alguns, que dizem respeito particularmente ao homem, podem ser recordados.

1. Homo est animal bipes sine pennis (Platão)
"O homem é um animal bípide sem penas".

2. Homo est animal bipes rationale (Boecio)
"O homem é um animal bípide racional".

3. Homo de humo (S. Bernardo)
"O homem é feito da terra".

4. Homo proponit, sed Deus disponit (Tomás de Kempis)
"O homem propõe e Deus dispõe".

É curioso notar a perenidade destes ditados, pois "O homem pro-põe e Deus dispõe" foi escrito por um europeu que nasceu em 1380; Boé-cio era do sec.V; S. Bernardo (1090-1153) e Platão (427-349 a.C.). E com certeza já escutamos de algum familiar um destes dizeres. O conhecido provérbio "Mais vale um pássaro na mão, do que dois voando" é de origem árabe, e foi usado na França medieval. (Hanania, 1995.) e o "Antes só do que mal acompanhado" ("Mejor sería andar solo que mal acompañado") já era usado em 1335 na Espanha. (Fujikura, 1995.)
Os provérbios chineses, tem uma característica muito peculiar: são compostos de quatro ideogramas e, segundo Horta (1997), "Trata-se de um máximo de informação em um mínimo de espaço." Estes provérbios, são tidos também como um "tesouro, revelando estruturas universais da vida..."

1. Chi Ren Shuo Meng (Idiota Pessoa Falar Sonho)
- Usado quando alguém diz algo absurdo.

2. Yu Su Bu Da (Desejo Velocidade Não Sucesso)
- Semelhante ao provérbio "A pressa é inimiga da perfeição".

3. Hua Er Bu Shi (Flor mas não fruto)
- Para pessoas que tem uma aparência, mas não conteudo.

4. Fu Shui Nan Shou (Derramar Água Difícil Coletar)
- Em nosso meio, diríamos: "Não adianta chorar o leite derramado".

5. Dui Niu Tan Qin (Conforme Vaca Tocar Alaúde)
Ou seja "Não jogue pérola aos porcos".

Apesar de notarmos que algumas sentenças e provérbios descritos anteriormente utilizam as características dos animais domésticos para fa-zer alguma analogia com o homem, vale a pena recordar outros, ampla-mente utilizados em nosso meio.

1. Não coloque o carro na frente dos bois.
2. Você levou gato por lebre.
3. Caiu do cavalo.
4. Montou no porco.
5. Cacarejar e não botar ovos.
6. Quem se faz de cordeiro será comido pelo lobo.
7. Quem não tem cão, caça com gato.
8. Macaco que muito pula quer chumbo.
9. Macaco velho não mete a mão em cumbuca.
10. Filho de peixe, peixinho é.
11. Quem quebra o galho é macaco gordo.
12. Animal que urina para trás, coloca o dono para frente.
13. Passarinho que come pedra sabe o ânus que tem.
14. Cão que ladra não morde.
15. A cobra vai fumar.
16. Cada macaco no seu galho.
17. Cutucar a onça com a vara curta.
18. Lobo com pele de cordeiro.
19. Ovelha negra da família.
20. Chutar cachorro morto é fácil.
21. Não cortar a pata do burro por um único coice.
22. Matar dois coelhos com uma cajadada só.
23. A cavalo dado não se olha os dentes.
24. Gato escaldado tem medo de água fria.
25. Os cães ladram e caravana passa.
26. Não jogar pérola aos porcos.
27. Quando o gato sai, os ratos fazem a festa.
28. Focinho de porco não é tomada.
29. Em rio com piranha, jacaré nada de costas.
30. Jacaré que fica parado vira bolsa.
31. Está na hora da onça beber água.
32. Um dia é o da caça, outro do caçador.
33. Não chame o papagaio de meu louro.
34. Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come.
35. Fez do lobo o guardião de ovelhas.


Como se pode observar, as palavras ganham força, quando se ade-quam a realidade, quando dizem respeito ao ser humano e a sua natureza. Recordar os ditados, sentenças, provérbios de diferentes origens e épocas históricas, reforça a tese de que são universais e perenes; e que podem ser aplicados no dia-a-dia para simplificar a vida, retratar uma realidade, ou até mesmo ajudar, com bom humor, um amigo a (re)ver algo.


Referências Bibliográficas
Fujikura, A.L.C. "Provérbios literários e "enxiemplos"" da Espanha Me-dieval. In: L. J. Lauand (org.) Oriente & Ocidente: Idade Média: Cultu-ra popular. São Paulo: EDIX/ CEAr/DLO-FFLCH/USP, 1995, pp.25-30.
Fumagalli, G. L’ape Latina: 2948 sentenze proverbi motti divise frasi e locuzioni latine. Milano: Hoepli, 1955, p.108-109.
Hanania, A.R. "Une foiz es la premiere - Provérbios franceses medievais" In: L. J. Lauand (org.) Oriente & Ocidente: Idade Média: Cultura popu-lar. São Paulo: EDIX/ CEAr/DLO-FFLCH/USP, 1995, pp.19-24.
Horta, S.R.G. "Provérbios na tradição chinesa". In: Bretzke, G.G. & Horta, S.R.G. Calidoscópio. São Paulo: Mandruvá, 1997, p.51-58.
Lauand, L.J. "Sentenças de sabedoria dos antigos". In: Hanania, A. R.; Lauand, L.J. Oriente & Ocidente: Sentenças e sabedoria dos antigos. São Paulo: EDIX/Centro de Estudos Árabes DLO-FFLCH/USP, 1994.

sexta-feira, 20 de abril de 2012

CARDIOLOGISTA OU DERMATOLOGISTA ???




COMO DIZ A SABEDORIA DOS DITADOS ... 




" Matar dois coelhos com uma cajadada só."





UMA AMIGA, TODO ANO FAZ UM CHECAPE PARA SABER O
ANDAMENTO DE SUA SAÚDE ... 
PARA COMEÇAR RESOLVEU IR NO CARDIOLOGISTA , FUI COM ELA .
CHEGAMOS LÁ E FICAMOS AGUARDANDO ... 
LOGO CHAMARAM O SEU NOME , FIQUEI LENDO UMA REVISTA ... 
PASSADO ALGUNS MINUTOS MINHA AMIGA RETORNOU . 
- JÁ , MAS QUE RAPIDEZ ??? FALEI ...
MINHA AMIGA QUE JÁ É UM POUCO ASSUSTADA , FALOU ... 
- A MULHER QUE ME CHAMOU  NEM SE IDENTIFICOU, FALOU PARA 
TIRAR A BLUSA E O RELÓGIO DEPOIS QUE FUI VER QUE IA FAZER O 
ELETROCARDIOGRAMA , AGORA AINDA TENHO QUE AGUARDAR 
PARA IR CONSULTAR . 
PASSADO ALGUNS SEGUNDOS .... 
CHAMARAM O SEU NOME , 
AGORA ERA COM O MÉDICO ...



A CONSULTA FOI UM POUCO DEMORADA ... 
QUANDO MINHA AMIGA RETORNOU , ESTAVA UM POUCO 
ASSUSTADA E FALOU QUE NO CARRO ME CONTAVA ... 
BOM , LOGO PENSEI QUE ELA ESTAVA COM ALGUM PROBLEMA 
NO CORAÇÃO ...
QUANDO ENTRAMOS NO CARRO FUI LOGO PEGUNTANDO :
- E AI ??? 
MINHA AMIGA FALOU : 
- NO MEU CORAÇÃO O MÉDICO FALOU QUE ESTÁ TUDO BEM , ELE 
PASSOU UM REMÉDIO PARA O MEU CABELO !!!
- PARA O CABELO ??? COMO ASSIM ??? PERGUNTEI RINDO.
( MINHA AMIGA TEM OS CABELOS FINOS E NA FRONTE ESTÁ DANDO 
PARA VER UM POUCO DO CORO), ENFIM ...




MINHA AMIGA RINDO TAMBÉM , EXPLICOU : 

- QUANDO ENTREI NO CONSULTÓRIO , O MÉDICO OLHOU PARA MINHA 
CABEÇA E , FALOU QUE TINHA UM REMÉDIO MANIPULADO MUITO BOM 
PARA O MEU PROBLEMA , NA HORA NÃO ENTENDI MUITO BEM ???
PAREI E PERGUNTEI : 
E O MEU CORAÇÃO ??? COMO ESTÁ ??? 
O MÉDICO OLHOU E CALMAMENTE FALOU : 
- MUITO BEM , JÁ VERIFIQUEI O SEU ELETROCARDIOGRAMA E SENTA 
AI QUE VOU VERIFICAR A SUA PRESSÃO ... 
SENTEI , ELE AFERIU E SORRINDO FEZ ALGUMAS PERGUNTAS
E DEU O VEREDICTO : 
- NÃO FALEI , VOCÊ ESTÁ ÓTIMA . O PROBLEMA MESMO É O 
SEU CABELO . 
ELA ATÉ FALOU QUE TINHA UMA DERMATOLOGISTA MARCADA ... 
O MÉDICO FALOU : 
- VAI  NA CONSULTA E NÃO FALE NADA QUE PASSEI REMÉDIO PARA 
VOCÊ E USE O SHAMPOO QUE ELA RECEITAR . AH, O REMÉDIO 
TEM RESULTADO MELHOR EM MULHERES DO QUE EM HOMENS .
ELE ESTENDEU A MÃO PARA MINHA AMIGA E FINALIZANDO 
A CONSULTA SE DESPEDIU . 
ELA SAIU COM A RECEITA NA MÃO E PENSOU : 
QUEM NÃO ARRISCA , NÃO PETISCA .
ENTÃO , FOI DIRETO NA FARMÁCIA DE MANIPULAÇÃO . 
E TEM DADO RESULTADO POSITIVO ... 
GRAÇAS A DEUS !!!



GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER 



terça-feira, 10 de abril de 2012

PENSEM NISSO ...




CÓDIGO de ÉTICA dos ÍNDIOS 
NORTE-AMERICANOS

     
Levante-se com o Sol para orar. Ore sozinho. Ore com freqüência. O GRANDE ESPÍRITO o escutará, se você ao menos, falar!

Seja TOLERANTE com aqueles que estão perdidos no caminho. A ignorância, o convencimento, a raiva, o ciúme e a avareza, originam-se de uma alma perdida. Ore para que eles reencontrem o caminho do Grande Espírito.

Procure conhecer-se, por si mesmo. Não permita que outros façam seu caminho por você. É sua estrada, e somente sua! Outros podem andar ao seu lado, mas ninguém pode andar por você! Trate os convidados em seu lar com muita consideração. Sirva-os com o melhor alimento, a melhor cama e trate-os com respeito e honra.

Não tome o que não é seu. Seja de uma pessoa, da comunidade, da natureza, ou da cultura. Se não lhe foi dado, não é seu! Respeite todas as coisas que foram colocadas sobre a Terra. Sejam elas pessoas, plantas ou animais.

RESPEITE os pensamentos, desejos e palavras das pessoas. Nunca interrompa os outros nem os ridicularize, nem rudemente os imite. Permita a cada pessoa o direito da expressão pessoal. Nunca fale dos outros de uma maneira má. A energia negativa que você colocar para fora no Universo, voltará multiplicada PARA VOCÊ !

Todas as pessoas cometem erros. E todos os erros podem ser perdoados! Pensamentos maus causam doenças da mente, do corpo e do espírito. Pratique o OTIMISMO !

A NATUREZA não é para nós, ela é uma parte de nós. Toda a natureza faz parte da nossa FAMÍLIA TERRENAL. As CRIANÇAS são as sementes do nosso futuro. Plante amor nos seus corações e regue com sabedoria e lições da vida. Quando forem crescidos, dê-lhes espaço para que continuem CRESCENDO!

Evite machucar os corações das pessoas. O veneno da dor causada a outros, retornará à você. Seja sincero e verdadeiro em todas as situações. A honestidade é o grande teste para a nossa herança do Universo.

Mantenha-se equilibrado. Seu corpo Espiritual, seu corpo Mental, seu corpo Emocional e seu corpo Físico, todos necessitam ser fortes, puros e saudáveis. Trabalhe o seu corpo Físico para fortalecer o seu corpo Mental. Enriqueça o seu corpo Espiritual para curar o seu corpo Emocional.

Tome decisões conscientes de como você será e como reagirá. Seja responsável por suas próprias ações. Respeite a privacidade e o espaço pessoal dos outros. Não toque as propriedades pessoais de outras pessoas, especialmente objetos religiosos e sagrados. Isto é proibido.

Comece sendo verdadeiro consigo mesmo. Se você não puder nutrir e ajudar a si mesmo, você não poderá nutrir e ajudar os outros. Respeite outras crenças religiosas. Não force as suas crenças sobre os outros.

Compartilhe sua boa fortuna com os outros. Participe com caridade.

(CONSELHO INDÍGENA INTER-TRIBAL NORTE AMERICANO)

UM SÁBIO TEXTO PARA UMA BOA REFLEXÃO MEUS QUERIDOS.

GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER 

sábado, 7 de abril de 2012

O Verdadeiro Sentido da Páscoa ...



A Páscoa é um dos momentos mais importantes para os cristãos, onde celebrado a morte e ressurreição de Jesus Cristo, em sinal da nova aliança feita por Deus com seu povo amado.






A data é comemorada todos os anos na época do equinócio, que é lembrado logo após o primeiro domingo de lua cheia. Esta data acaba caindo entre os dias 21 de março e 25 de abril, e por isso não temos sempre o mesmo dia de comemoração da páscoa.


A páscoa teve sua origem em uma festa judaica


E a páscoa tem sua origem em uma festa judaica, que celebra a saída do povo judeu do domínio do faraó do Egito, segundo as descrições do livro do Êxodo que pertence aos livros na bíblia.
Nesta época Deus mandou 10 pragas ao Egito para que o faraó libertasse os judeus do cativeiro. E como o faraó era um homem de coração duro, não deixava o povo judeu partir. Daí Deus mandou a décima praga, que veio a matar todos os primogênitos do reino, mas para que seu povo não fosse afetado pelo anjo da morte lhes foi ordenado imolar um cordeiro e passar o sangue dele nas portas de suas casas, como um sinal.


Este sinal era visto pelo anjo da morte que passava direto por entre estas casas. Mas no palácio do faraó e todo seu povo, todos os primogênitos foram mortos, o que fez o faraó libertar o povo judeu de seu jugo.
Daí a época da páscoa ficou conhecida como a época da liberdade, da passagem do povo judeu da escravidão para liberdade. E esta mesma data é celebrada na festa cristã, com Jesus sendo lembrado pela sua ressurreição, após ter sido morto na cruz e posto em um sepulcro.


Festa cristã

Na semana da Páscoa Cristã lembramos-nos da ultima ceia de Jesus Cristo com seus apóstolos, onde ele institui ali o sacramento da comunhão de seu corpo e seu sangue, e pede a todos que repitam este ato em sua memória ao longo dos anos.
E nos sentimos mais em paz nesta época, principalmente pela mensagem viva do amor que Jesus teve, e tem sempre com seus filhos. Este amor que demonstra todo amor de Deus com seu povo, e com todos que seguem seu caminho de luz e amor.
Entre os símbolos da páscoa cristã que são muito lembrados nesta época temos: a cruz, que nos faz recordar da morte de Jesus Cristo para remissão de nossos pecados; o Círio Pascal, que representa a luz do mundo, que é Deus; o cordeiro, que nos lembra de Jesus sendo morto por seu povo; o pão e o vinho, que tem o sentido da vida eterna; a colomba pascal, que representa a descida do Espírito Santo sobre a terra; e o sino, que nos traz a alegria pela ressurreição de Jesus Cristo.


À VOCÊ E SUA FAMÍLIA OS VOTOS DE UMA FELIZ PÁSCOA , 
ABRAÇO CARINHOSO E FRATERNAL ... 


GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER

sexta-feira, 6 de abril de 2012

O QUE REPRESENTA A SEXTA-FEIRA SANTA ...

 Ou "Sexta-Feira da Paixão".





É a Sexta-Feira antes do Domingo de Páscoa. É a data em que os cristãos lembram o julgamento, paixão, crucificação, morte e sepultura de Jesus Cristo, através de diversos ritos religiosos.
Segundo a tradição cristã, a ressurreição de Cristo aconteceu no domingo seguinte ao dia 14 de Nisã, no calendário hebraico. A mesma tradição refere ser esse o terceiro dia desde a morte. Assim, contando a partir do domingo, e sabendo que o costume judaico, tal como o romano, contava o primeiro e o último dia, chega-se à sexta-feira como dia da morte de Cristo.
A Sexta-feira Santa é um feriado móvel que serve de referência para outras datas. É calculado como sendo a primeira Sexta-feira após a primeira lua cheia após o equinócio de outono no hemisfério sul ou o equinócio de primavera no hemisfério norte, podendo ocorrer entre 20 de março e 23 de abril.

 Igreja Católica

Na Igreja católica, este dia pertence ao tríduo pascal, o mais importante período do ano litúrgico. A Igreja celebra e contempla a paixão e morte de Cristo, pelo que é o único dia em que não se celebra, em absoluto, a Eucaristia.
Por ser um dia em que se contempla de modo especial Cristo crucificado, as regras litúrgicas prescrevem que neste dia e no seguinte ( Sábado santo ) se venere o crucifixo com o gesto da genuflexão, ou seja, de joelhos.

Celebração da Paixão do Senhor


No entanto, mesmo sem a celebração da missa, tem lugar, no rito romano, uma celebração litúrgica própria deste dia. Tal celebração tem alguma semelhança com a celebração da Eucaristia, na sua estrutura, mas difere essencialmente desta pelo facto de não ter Oração eucarística , a mais importante parte da missa católica.
A relembração da morte do Senhor consiste, resumidamente, na adoração de Cristo crucificado, precedida por uma liturgia da palavra e seguida pela comunhão eucarística dos participantes. Presidida por um presbítero ou bispo, paramentado como para a missa , de  cor vermelha, a celebração segue esta estrutura:


 
Senhor Morto, escultura barroca do século XVIII, MATRIZ DE PIRENÓPOLIS 

  • entrada em silêncio do presidente e dos ministros, que se prostram em adoração diante do altar.
  • oração coleta.
  • Liturgia da Palavra: leitura do livro de Isaías (quarto cântico do servo de Javé, Is 52,13-53,12), salmo 31 (30), leitura da Epístola aos Hebreus (Hebr 4, 14-16; 5, 7-9), narração ao Evangelho e leitura do Evangelho da Paixão segundo João (Jo 18,1-19,42, geralmente em forma dialogada).
  • Homilia e silêncio de reflexão.
  • Oração Universal, mais longa e solene do que a da missa, seguindo o esquema intenção – silêncio – oração do presidente.
  • Adoração de Cristo na Cruz: a cruz é apresentada aos fiéis e venerada ao som de cânticos.
  • Pai Nosso
  • Comunhão dos fiéis presentes. Usa-se pão que foi consagrado no dia anterior, Quinta-Feira Santa
  • Oração depois da comunhão.
  • Oração sobre o povo.
Obs: Em muitas cidades históricas, como Paraty (RJ), Ouro Preto (MG) , Pirenópolis (GO), Jaraguá (GO), Rio Tinto ( concelho de Gondomar em Portugal ) e São Mateus, a Celebração da Paixão e Morte do Senhor é procedida da Procissão do Enterro, também conhecida como Procissão do Senhor Morto, em que são cantados motetos em latim.
Toda a liturgia católica deste dia está em função de Cristo crucificado. Assim, a liturgia da Palavra pretende introduzir os fiéis no mistério do sofrimento e da morte de Jesus, que assim aparece como uma acção livre de Cristo em ordem à salvação de toda a humanidade.
A veneração da cruz, símbolo da salvação, pretende dar expressão concreta à adoração de Cristo crucificado.
A comunhão eucarística é, para a Igreja, a forma mais perfeita de união com o Mistério pascal de Cristo, e por isso é um ponto culminante na união dos fiéis com Cristo crucificado. O facto de se comungar do pão consagrado no dia anterior vem exprimir e reforçar a unidade de todo o Tríduo Pascal.
Além da celebração da Paixão do Senhor, rezam-se as diversas horas litúrgicas da Liturgia das Horas, incluindo um texto de São João Crisóstomo intitulado O Poder do Sangue de Cristo.

 Sinais de penitência

A Igreja exorta os fiéis a que neste dia observem alguns sinais de penitência, em respeito e veneração pela morte de Cristo. Assim, convida-os à prática do jejum e da abstinência da carne e qualquer tipo de ato que se refira a Prazer.
Exercícios piedosos, como a Via Sacra e o Rosário, são também recomendados como forma de assinalar este dia especialmente importante para a fé cristã.





Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.




GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER

terça-feira, 3 de abril de 2012

PAIS E MÃES ...



                           " Pais heróis e mães heroínas do lar.

( MEUS PAIS ,
(COMIGO , IRMÃOS E IRMÃS)

Passamos boa parte da nossa existência cultivando estes estereótipos. Até que um dia o pai herói começa a passar o tempo todo sentado, resmunga baixinho e puxa uns assuntos sem pé nem cabeça. A heroína do lar começa a ter dificuldade de concluir as frases e dá de implicar com a empregada.
O que papai e mamãe fizeram para caducar de uma hora para outra?
Envelheceram… Nossos pais envelhecem. Ninguém havia nos preparado pra isso. Um belo dia eles perdem o garbo, ficam mais vulneráveis e adquirem umas manias bobas. Estão cansados de cuidar dos outros e de servir de exemplo: agora chegou a vez de eles serem cuidados e mimados por nós, nem que pra isso recorram a uma chantagenzinha emocional.
Têm muita quilometragem rodada e sabem tudo, e o que não sabem eles inventam. Não fazem mais planos em longo prazo, agora se dedicam a pequenas aventuras, como comer escondido tudo o que o médico proibiu. Estão com manchas na pele. Ficam tristes de repente…
Mas não estão caducos: caducos ficam os filhos, que relutam em aceitar o ciclo da vida. É complicado aceitar que nossos heróis e heroínas já não estão no controle da situação. Estão frágeis e um pouco esquecidos, têm este direito, mas seguimos exigindo deles a energia de uma usina. Não admitimos suas fraquezas, seu desânimo. Ficamos irritados e alguns chegam a gritar se eles se atrapalham com o celular ou outro equipamento e ainda não temos paciência para ouvir pela milésima vez a mesma história que contam como se acabassem de tê-la vivido.
Em vez de aceitarmos com serenidade o fato de que as pessoas adotam um ritmo mais lento com o passar dos anos, simplesmente ficamos irritados por eles terem traído nossa confiança, a confiança de que seriam indestrutíveis como os super-heróis. Provocamos discussões inúteis e os enervamos com nossa insistência para que tudo siga como sempre foi.
Essa nossa intolerância só pode ser medo.  Medo de perdê-los, e medo de perdermos a nós mesmos, medo de também deixarmos de ser lúcidos e joviais.  Com todas as nossas irritações, só provocamos mais tristeza àqueles que um dia só procuraram nos dar alegrias. Por que não conseguimos ser um pouco do que eles foram para nós? Quantas noites estes heróis e heroínas passaram ao lado de nossa cama, medicando, cuidando e medindo febres? E nós ficamos irritados quando eles se esquecem de tomar seus remédios, e ao brigar com eles, os deixamos chorando, tal qual crianças que fomos um dia.
É uma enrascada essa tal de passagem do tempo.
 Nos ensinam a tirar proveito de cada etapa da vida, mas é difícil aceitar as etapas dos outros… Ainda mais quando os outros são nossos alicerces, aqueles para quem sempre podíamos voltar e sabíamos que estariam com seus braços abertos, e que agora estão dando sinais de que um dia irão partir sem nós.

Façamos por eles hoje o melhor, o máximo que pudermos, para que amanhã quando eles já não estiverem mais aqui conosco possamos lembrar-nos deles com carinho, de seus sorrisos de alegria e não das lágrimas de tristeza que eles tenham derramado por nossa causa.
Afinal, nossos heróis de ontem, serão nossos heróis eternamente… "

Não espere um velório para dizer, chorando, que os ama. Faça isso sorrindo, faça isso ainda em vida.
E MOSTRE QUE VOCÊ AMA , INCONDICIONALMENTE !!!




Pais e filhos
Legião Urbana

...

Sou uma gota d'água
Sou um grão de areia
Você me diz que seus pais não lhe entendem
Mas você não entende seus pais
Você culpa seus pais por tudo
E isso é absurdo
São crianças como você
O que você vai ser
Quando você crescer?




 COMO NOSSOS PAIS
 Belchior
Interpretação - Elis Regina
 "Hoje eu sei
Que quem me deu a idéia
De uma nova consciência
E juventude
Tá em casa
Guardado por Deus
Contando vil metal...

Minha dor é perceber
Que apesar de termos
Feito tudo, tudo,
Tudo o que fizemos
Nós ainda somos
Os mesmos e vivemos
Como os nossos pais..."


PENSE NISSO  COM CARINHO ...


GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER