Seguidores

quinta-feira, 28 de junho de 2012

UMA HISTÓRIA REAL


MARECHAL FLORIANO , PANO DE FUNDO DE UMA HISTÓRIA MACABRA 






MACABRO : 
" Fúnebre, ou que tem visos de coisa fúnebre: pensamento macabro, achado macabro."






" ... Uma pacata cidade do interior do ESPIRITO SANTO , localizada na região serrana,onde todo mundo se conhece, vivia uma MENTE PERIGOSA que era um lavrador e mais tarde se tornaria taxista, um taxista macabro ... Matava suas vítimas e voltava para sua 
rotina de taxista como se nada tivesse acontecido. Palavras do taxista : " ASFIXIEI, ESGANEI 
E ENTERREI ", " DEPOIS DOS ASSASSINATOS  VOLTEI PARA MINHA ROTINA "... 
É realmente uma MENTE PERIGOSA  que não tem REMORSO pelo ato cometido ... " 


PSICOPATA : 
Quando pensamos em psicopatia, logo nos vem à mente um sujeito com cara de mau, truculento, de aparência descuidada, pinta de assassino e desvios comportamentais tão óbvios que poderíamos reconhecê-lo sem pestanejar. Isso é um grande equívoco! Para os desavisados, reconhecê-los não é uma tarefa tão fácil quanto se imagina. Os psicopatas enganam e representam muitíssimo bem.
Em casos extremos, os psicopatas matam a sangue-frio, com requintes de crueldade, sem medo e sem arrependimento. Porém, o que a sociedade desconhece é que os psicopatas, em sua grande maioria, não são assassinos e vivem como se fossem pessoas comuns.


MANÍACO : 
Indivíduo possuído de uma mania.


ASSASSINO EM SÉRIE OU SERIAL KILLER : 
São indivíduos que cometem uma série de homicídios com um intervalo entre eles, durante meses ou anos, até que seja preso ou morto. As vítimas têm o mesmo perfil (prostitutas, mochileiros, crianças, idosos) e mesma faixa etária, sexo, raça etc. As vítimas são escolhidas ao acaso dentro deste perfil e mortas sem razão aparente; ela é objeto da fantasia do serial killer.
"Uma série de dois ou mais assassinatos cometidos como eventos separados, normalmente, mas nem sempre, por um infrator atuando isolado. Os crimes podem ocorrer durante um período de tempo que varia desde horas até anos. Quase sempre o motivo é psicológico, e o comportamento do infrator e a evidência física observada nas cenas dos crimes refletiram nuanças sádicas e sexuais."





DE UM PACATO TAXISTA A UM ASSASSINO FRIO CONFESSO 

Convivemos com este ser VIL e , não sabemos se foi só o assassinato das 
duas meninas ???

 VAMOS AGUARDAR !!!


GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER  


quarta-feira, 27 de junho de 2012

MARECHAL FLORIANO E UMA HISTÓRIA MACABRA ( 2 ) ...



UMA MENTE PERIGOSA 


QUE AGIU pensando que nunca iria ser descoberto !!!




Entenda o caso

- A jovem Thais Lyrio de Andrade, 19 anos, saiu de casa na manhã do último dia 8 para ir a um salão de beleza.
- Como não tinha horário disponível, ela chamou um táxi e pediu para ser levada até a casa da cunhada, em Vila das Orquídeas.
- O taxista contou que faltando cerca de 100 metros para chegar à casa da cunhada, Thais pediu para parar que ela precisava conversar com um casal que estava caminhando na rua.
- A partir desse momento ninguém mais viu a jovem e, preocupados, os familiares ligaram para o salão e para o taxista.
- Familiares registraram o desaparecimento de Thais no sábado e a Polícia começou a investigar.
- No dia 10, o celular de Thais foi encontrado em um ponto de ônibus distante cerca de dois quilômetros de onde ela foi vista pela última vez.
- No dia 12, a Polícia Civil pediu a quebra do sigilo telefônico da jovem e de Deonésio.
- A partir da quebra do sigilo telefônico, a polícia percebeu que durante os dois dias em que o telefone de Thais estava desaparecido, o sinal do celular dela e do taxista foram captados pelas mesmas antenas.
- Na última segunda-feira, após ser interrogado pelos investigadores e pelo delegado da Polícia Civil, o taxista resolveu confessar que matou Thais e levou os policiais até o local onde o corpo foi enterrado.
- Na última terça-feira, a Polícia Civil fez a reconstituição do trajeto feito pelo taxista até enterrar o corpo de Thais, em uma mata na localidade de Alto Rio Fundo, em Marechal.
- Na noite da última terça-feira, a Polícia Militar encontrou quatro ossos na no local onde Thais estava.
- Na tarde de quarta-feira, com a ajuda de uma retroescavadeira, a Polícia Militar encontrou mais ossos humanos e a suspeita é de que sejam da jovem Tânia Rodrigues Pereira, 17 anos, desaparecida em outubro de 2009 após usar os serviço de táxi de Deonésio.
- No dia 22, a família de Tânia foi até a Unidade de Saúde de Marechal e conseguiu uma ficha clinica dentária, que será levado ao DML amanhã.





ACREDITO QUE SEJA UM SERIAL KILLER , POIS O MESMO CONFESSOU 
O ASSASSINATO DA 2ª VÍTIMA !!!


( Foto da jovem Tânia )

O taxista DEONÉSIO GEIK , confessou o assassinato TÂNIA RODRIGUES 
PEREIRA que desapareceu em outubro de 2009 após embarcar no táxi de 
DEONÉSIO , na sede de Marechal Floriano/ES.

( Ossos humanos são encontrados na cova onde o taxista enterrou 
Thais )

Após estrangular a jovem, ele teria abandonado o corpo e, como fez com Thais, retornou ao local com um enxadão e a enterrou. Dois anos depois, segundo depôs na delegacia, o taxista teria removido a maior parte dos ossos e depositado à margem de uma estrada vicinal que liga a localidade de Soído de Cima a São Bento Chapéu, em Domingos Martins. 

- Tânia Rodrigues Pereira, 17 anos, morava em Marechal Floriano com os avós, que a criavam desde criança;
- Os pais da jovem moram em Aracruz, no Norte do Estado;
- Tânia estudava em uma escola de Marechal Floriano e, segundo a família, era muito alegre e gostava de sair com amigos;
- Dias antes de seu desaparecimento, em outubro de 2009, ela terminou o namoro com um rapaz da cidade, com quem chegou a morar junto;
- Com o término do namoro, ela estava trazendo suas coisas de volta para a casa dos avós, com quem iria passar a morar novamente;
- No dia do desaparecimento, ela levou um short para a avó ajustar e em seguida chamou o taxista Deonésio Geik para levá-la até a Sede da cidade, onde iria comprar um aparelho de celular;
- Como ela não voltou mais para casa, a família começou a procurar pela jovem. O taxista disse que a viu conversando com um casal na rodoviária;
- Denésio ajudou a família a procurar pela jovem, que nunca mais foi vista;
- Acreditando que ela tenha fugido de casa, a família nunca registrou Boletim de Ocorrência sobre o desaparecimento da estudante.


( Foto da jovem Thais )

 POSTEI NESTE BLOG O COMEÇO DESTA HISTÓRIA MACABRA 

Quinta-feira, 21 de junho de 2012


UMA MENTE PERIGOSA 


DE LAVRADOR  ...


A  UM  PSICOPATA DO TÁXI ???
UM MANÍACO ???
OU UM ASSASSINO EM SÉRIE O TAL " SERIAL KILLER " ???











MARECHAL FLORIANO/ES. É PANO DE FUNDO 
DE UMA HISTÓRIA MACABRA ...

SERÁ O DESFECHO ???

De um pacato TAXISTA a um ASSASSINO FRIO e, que tinha até um cemitério 
particular para desovar suas vítimas ( PARTICULARMENTE , ACREDITO EM 
MAIS VÍTIMAS ).

O que pensar deste caso ... 
Com seu táxi e amizade de suas vítimas , uma "pessoa" dita normal ... 
Assim vai o desenrolar de uma HISTÓRIA MACABRA, que é difícil de 
acreditar que aconteceu tão perto, se matou duas meninas com requintes de 
crueldade. Ficaria só nas duas ??? 
Não sei até que ponto esta MENTE PERIGOSA poderia ir ??? 



NÃO , NÃO É O DESFECHO AINDA !!!




 GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER 


terça-feira, 26 de junho de 2012

AMOR FRATERNAL




AMOR QUE DEVERIA EXISTIR ...
MAS , INFELIZMENTE NÃO É O QUE VEMOS !!!




O amor  fraterno é um sentimento de carinho muito forte, de dedicação, de interesse pela figura do outro, gerando sentimentos positivos e construtivos, podendo até em certos momentos, levar o indivíduo a fazer grandes sacrifícios, que só sería capaz de fazer por ele mesmo.

Geralmente, este sentimento fraterno acontece entre irmãos, que podem ter afinidade sanguínea ou não, e também entre homens e mulheres. É um sentimento de dedicação absoluta, sem qualquer outro interesse, que não seja o fazer o bem,  sem jamais desejar algo em troca. Muitas vezes estes sentimentos de afeto que ligam as pessoas, são decorrentes não só de laços familiares, como religiosos ou patrióticos.

O amor fraternal valoriza a confiança mútua, havendo também um perfeito entrosamento entre as pessoas, porque são relacionamentos tranquilos e afetuosos, duradouras e estáveis, profundo e compromissado.


VIVER EM FRATERNIDADE ... 
VER NO PRÓXIMO UM IRMÃO E , AMAR  INDEPENDENTE DE COR, RAÇA, CREDO ...
E OUTRAS COISAS DA INDIVIDUALIDADE DE CADA 
UM ... 
E, SE ASSIM FOSSE  PODERÍAMOS VIVER O AMOR FRATERNAL UNIVERSAL ... 
POIS, TODOS SOMOS IRMÃOS !!! 

É ALMEJADO MAS APENAS UTÓPICO ... 
SIM , É UTOPIA !!! 

MAS , CREIO QUE UM DIA ... 
QUEM SABE UM DIA ???




VIVER , AMAR E NÃO MATAR ... 


GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER 

quinta-feira, 21 de junho de 2012

MARECHAL FLORIANO E UMA HISTÓRIA MACABRA ... ...



UMA MENTE PERIGOSA 


DE LAVRADOR  A  UM  PSICOPATA DO TÁXI ??? UM MANÍACO ???
OU UM ASSASSINO EM SÉRIE O TAL " SERIAL KILLER " ???


Os psicopatas matam a sangue-frio, com requintes de crueldade, sem medo e sem arrependimento. Porém, o que a sociedade desconhece é que os psicopatas, em sua grande maioria, não são assassinos e vivem como se fossem pessoas comuns.


UMA HISTÓRIA MACABRA  QUE AINDA NÃO TEVE DESFECHO , EM 
MARECHAL FLORIANO/ES.


( Foto do taxista na  reconstituição do crime ) 

A jovem Thais Lyrio De Andrade estava desaparecida desde a manhã do dia 8 de junho, 
o taxista Deonésio Geik foi solicitada pela mesma para uma corrida, ai começou o mistério ... 
Thais não foi mais vista !!! 

( Foto da jovem Thais )

O taxista que era " AMIGO " da família , ajudou nas buscas e até sofreu junto ... 
UMA MENTE PERIGOSA , que acreditava não ser descoberto e era uma pessoa  
 "PACATA", para as pessoas da pequena cidade de Marechal Floriano !!! 
Dias depois veio a tona a verdade ...
( Por causa do celular da vitima que esteva com o taxista e , ele deixou num ponto de 
ônibus que foi encontrado.) 
O TAXISTA PACATO ERA O ASSASSINO DA JOVEM : 
" ... O taxista confessou que matou a jovem e levou a polícia até o local onde 
a enterrou, em uma cova rasa ... " 


ELE ENFORCOU THAIS LYRIO TRÊS VEZES PARA 
CONFIRMAR A MORTE DELA.

“Ela deu um suspiro quando a retirei do carro. Nesse momento eu apertei mais uma vez o pescoço dela com as mãos. Depois arrastei o corpo alguns metros, para dentro da mata, e fui para casa buscar um enxadão e um pedaço de fio”, contou o taxista durante a reconstituição.

- Ele a arrastou para o meio de uma mata e a deixou lá. Deonésio foi para sua casa buscar um enxadão e um pedaço de fio. Ele retornou ao local onde o corpo estava, apertou o pescoço dela com o fio e em seguida a enterrou em uma cova rasa. Ele voltou ao ponto de táxi e na volta de uma viagem, jogou o enxadão em um barranco, próximo ao distrito de Paraju, em Domingos Martins.

Para o delegado Paulo Roberto de Castro Batista, ele agiu com frieza, com requintes de crueldade.




O CASO NÃO ACABA AI ...





OSSOS HUMANOS SÃO ENCONTRADOS NA COVA ONDE 
TAXISTA ENTERROU THAIS.


 Os ossos podem ser da jovem Tânia Rodrigues Pereira, 17 anos, sumida desde 2009, após embarcar no táxi de Deonésio Geik. 


MARECHAL FLORIANO E UMA HISTÓRIA MACABRA ...  

Uma pequena cidade localizada NA REGIÃO SERRANA DO 
ESTADO DO ESPIRITO SANTO ... 
MARECHAL FLORIANO sendo pano de fundo desta monstruosidade , 
SE A OSSADA HUMANA NÃO FOR  DA TÂNIA ???
ENTÃO DE QUEM É ???
CAVEM E FAÇAM UMA VARREDURA QUE , COM CERTEZA 
MAIS OSSADA SERÁ ENCONTRADA !!!

O QUE PENSAR ... 
" Um taxista pacato que na realidade é um assassino frio , são coisas 
que pensamos que só acontecem em filmes ou livros, que seus autores 
tiram de suas imaginações, não , eles existem . " 

E VAMOS AGUARDAR O DESFECHO !!!


GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER 

sábado, 16 de junho de 2012

100 ANOS JORGE AMADO 1912-2012.




“Não possuímos direito maior e mais inalienável do que o direito ao sonho. O único que nenhum ditador pode reduzir ou exterminar.”

"Fiz da minha vida e da minha obra uma coisa única,
unidade do homem e do escritor."

“A amizade é o sal da vida, se você tem amigos, tem tudo."




Jorge Amado nasceu a 10 de agosto de 1912, na fazenda Auricídia, no distrito de Ferradas, município de Itabuna, sul do Estado da Bahia. Filho do fazendeiro de cacau João Amado de Faria e de Eulália Leal Amado.

Com um ano de idade, foi para Ilhéus, onde passou a infância. Fez os estudos secundários no Colégio Antônio Vieira e no Ginásio Ipiranga, em Salvador. Neste período, começou a trabalhar em jornais e a participar da vida literária, sendo um dos fundadores da Academia dos Rebeldes.

Publicou seu primeiro romance, O país do carnaval, em 1931. Casou-se em 1933, com Matilde Garcia Rosa, com quem teve uma filha, Lila. Nesse ano publicou seu segundo romance, Cacau.

Formou-se pela Faculdade Nacional de Direito, no Rio de Janeiro, em 1935. Militante comunista, foi obrigado a exilar-se na Argentina e no Uruguai entre 1941 e 1942, período em que fez longa viagem pela América Latina. Ao voltar, em 1944, separou-se de Matilde Garcia Rosa.

Em 1945, foi eleito membro da Assembléia Nacional Constituinte, na legenda do Partido Comunista Brasileiro (PCB), tendo sido o deputado federal mais votado do Estado de São Paulo. Jorge Amado foi o autor da lei, ainda hoje em vigor, que assegura o direito à liberdade de culto religioso. Nesse mesmo ano, casou-se com Zélia Gattai.

Em 1947, ano do nascimento de João Jorge, primeiro filho do casal, o PCB foi declarado ilegal e seus membros perseguidos e presos. Jorge Amado teve que se exilar com a família na França, onde ficou até 1950, quando foi expulso. Em 1949, morreu no Rio de Janeiro sua filha Lila. Entre 1950 e 1952, viveu em Praga, onde nasceu sua filha Paloma.

De volta ao Brasil, Jorge Amado afastou-se, em 1955, da militância política, sem, no entanto, deixar os quadros do Partido Comunista. 




Dedicou-se, a partir de então, inteiramente à literatura. Foi eleito, em 6 de abril de 1961, para a cadeira de número 23, da Academia Brasileira de Letras, que tem por patrono José de Alencar e por primeiro ocupante Machado de Assis.

A obra literária de Jorge Amado conheceu inúmeras adaptações para cinema, teatro e televisão, além de ter sido tema de escolas de samba em várias partes do Brasil. Seus livros foram traduzidos para 49 idiomas, existindo também exemplares em braile e em formato de audiolivro.

Jorge Amado morreu em Salvador, no dia 6 de agosto de 2001. Foi cremado conforme seu desejo, e suas cinzas foram enterradas no jardim de sua residência na Rua Alagoinhas, no dia em que completaria 89 anos.


A obra de Jorge Amado mereceu diversos prêmios nacionais e internacionais, entre os quais destacam-se: Stalin da Paz (União Soviética, 1951), Latinidade (França, 1971), Nonino (Itália, 1982), Dimitrov (Bulgária, 1989), Pablo Neruda (Rússia, 1989), Etruria de Literatura (Itália, 1989), Cino Del Duca (França, 1990), Mediterrâneo (Itália, 1990), Vitaliano Brancatti (Itália, 1995), Luis de Camões (Brasil, Portugal, 1995), Jabuti (Brasil, 1959, 1995) e Ministério da Cultura (Brasil, 1997).

Recebeu títulos de Comendador e de Grande Oficial, nas ordens da Venezuela, França, Espanha, Portugal, Chile e Argentina; além de ter sido feito Doutor Honoris Causa em 10 universidades, no Brasil, na Itália, na França, em Portugal e em Israel. O título de Doutor pela Sorbonne, na França, foi o último que recebeu pessoalmente, em 1998, em sua última viagem a Paris, quando já estava doente.

Jorge Amado orgulhava-se do título de Obá, posto civil que exercia no Ilê Axé Opô Afonjá, na Bahia.

Extraído: Fundação Casa de Jorge Amado. Divisão de Pesquisa e Documentação. Acervo Jorge Amado.



De: Jorge Amado
Para: Zélia Gattai
Paris, 13 de março de 1948.
Minha negra querida: toda a saudade do mundo. Há uma semana que não tenho cartas tuas. Recebi recortes de S. Paulo, pela letra conheci terem sido enviadas por ti, donde depreendi que já estavas em S. Paulo. Mas depois da carta começada no sítio e terminada no Rio, não recebi nenhuma outra e estou preocupado. Imagino que devas estar abafada do que fazer mas sei que não haveria falta de tempo que te fizesse deixar de me escrever e temo que tenha havido extravio de cartas. Daí recebi uma breve carta da Lila e uma do Graciliano e só. E os recortes são “divertidos” pelo menos os que se referem a mim.
Aqui vou, saudoso de ti cada vez mais, cheio de que fazer, de visitas, recepções, editores, artistas, um inferno, com minha máquina no conserto pois começou a rebentar na semana passada, deixou de escrever e a casa consertadora pediu-me 8 dias e só na próxima terça-feira me entrega. Ontem tive duas recepções: uma às 4 ½ da tarde (terminou às 8 da noite) oferecida pelo editor Nagel que publicou aqui o “Terre Violante”. Estavam todos os escritores franceses não de esquerda: Mauriac1, Sartre2, Maurois3, Duhamel4, etc. Grã-fina a recepção e, por consequência, formal, com champagne e conversas sobre existencialismo. Mas dela saiu um protesto, firmado pelos tais, sobre o caso de Pablo. E logo, às 8,30  uma outra numa livraria, onde Pierre Daix5 falou sobre minha obra e eu falei sobre o Brasil. O contrário exatamente da primeira, durou até meia noite, quando vim com o Scliar e o casal Arnaldo Estrela jantar no quarto de Scliar (que atualmente é um grande cozinheiro).
Há poucos dias fui a uma festa na Embaixada da Polônia, muito simpática (concerto de câmara e após, salgadinhos, champagne e vodka) envergando um smoking emprestado por um brasileiro, Coitinho, advogado e funcionário da prefeitura, amigo de Joelson. Ontem a Embaixada mandou-me fotografias minhas tiradas na festa e eu te envio uma, noutro envelope, para que me vejas de smoking em Paris. Fui ao teatro ver “Bas Fond” de Gorki, muito bom. No entanto minha vida tem sido cheia de trabalho.
Deixo de te dizer muita coisa, quando chegares, verás. Mas mando-te um recorte e o que posso te dizer é que só viajo para a Itália no fim do mês devido a várias coisas a fazer ainda. Não tenho tido tempo para ver Paris, passear, etc. Mas não me importo muito porque eu o farei contigo quando tiveres chegado.
Já estou com todos os meus livros (exceto os 3 primeiros, o ABC e o Bahia que não me interessa vender) negociados com editores daqui e o “Terras” foi vendido para o eslovaco, o holandês, o finlandês, e o polonês. O representante literário meu, na Holanda, é um braço. Creio que colocarei todos os meus livros em toda Europa.
E João? Os dois Joões, o avô e o neto? E mamãe? James e Jacinta? Joelson e Fany? Tua mãe, tuas irmãs? E teu filho Luiz6, tiveste ele contigo ou não? Conta-me as coisas, manda-me dizer quando estarás no Rio, se Fernando vem de avião, escreve-me, morro de saudades tuas e de João. Comprei um chapéu para ti, não sei se gostarás, mas achei engraçado.
Chegou da Itália o Justino Martins7, da Revista do Globo. Apaixonado pela Itália. Scliar está fazendo uma relação das coisas que deves trazer. Estou cansado e saudoso. Falo de ti a toda a gente e a toda gente mostro o teu retrato e o do João. Chego a ser chato, creio. Abraça, querida minha, a todo mundo, beija João e beija o teu filho que te ama,
Jorge


“A vida me deu mais do que pedi e mereci. Não me falta nada. Tenho Zélia e isso me basta."
- Jorge Amado, aos 84 anos, em entrevista ao jornal "O Estado de São Paulo", 18/08/1996.




2012 - 100 ANOS DE JORGE AMADO

No dia 10 de agosto desse ano o Brasil celebra o centenário de nascimento do escritor Jorge Amado. O autor de ‘Gabriela Cravo e Canela’ e do inesquecível ‘Capitães da Areia’ será homenageado com uma vasta programação que abrange importantes entidades literárias do país, como a Academia Brasileira de Letras (ABL) e o Museu da Língua Portuguesa, que receberá a exposição ‘Jorge, amado e universal’.
A escola de samba Imperatriz Leopoldinense também irá prestar, no tradicional carnaval do Rio de Janeiro, um tributo ao mestre baiano. Será um ano marcante para a literatura brasileira com honrosas e justas homenagens à inestimável importância de Jorge Amado para o nosso país.
Série de comemorações estão previstas.




“E, se não fôssemos nós, pontais ao crepúsculo, vagarosos caminhantes dos prados do luar, como iria a noite – suas estrelas acendidas, suas esgarçadas nuvens, seu manto de negrume – como iria ela, perdida e solitária, acertar os caminhos tortuosos dessa cidade de becos e ladeiras? Em cada ladeira um ebó, em cada esquina um mistério, em cada coração noturno grito de súplica, uma pena de amor, gosto de fome nas bocas de silêncio, e Exu solto na perigosa hora das encruzilhadas.”
- Jorge Amado, em "Pastores da Noite".

“Não tenho nenhuma ilusão sobre a importância de minha obra, sobre a sua permanência, sobre seu valor cultural. Mas, se nela existe alguma virtude, é essa fidelidade ao povo brasileiro. Do primeiro ao último livro tenho apostado nele, na permanência da fé e da confiança.”

“Aprendi com o povo e com a vida, sou um escritor e não um literato, em verdade sou um obá, em língua ioruba da Bahia obá significa ministro, velho, sábio: sábio da sabedoria do povo."
- Jorge Amado, em Navegação de Cabotagem.

“Sou filho da cultura popular da Bahia e da cultura francesa. Esta é uma das minhas misturas."
- Jorge Amado, sobre a exposição em sua homenagem no 
Centro Georges Pompidou, em Paris. 
Jornal do Brasil, 22/12/1992.


"privei com alguns dos mestres, dos verdadeiros, no universo da ciência, das letras e das artes: Picasso, Sartre, Fréderic Joliot-Curie, meu privilégio foi tê-los conhecido. Não menos o apanágio de ter merecido a amizade dos criadores da cultura popular da Bahia, de haver sido mote para trovadores populares (...)"
- Jorge Amado, em Navegação de Cabotagem, 1992.



“Com o povo aprendi tudo quanto sei, dele me alimentei e, se meus são os defeitos da obra realizada, do povo são as qualidades porventura nela existentes.”
- Jorge Amado, em "Pastores da Noite", 1964.

"Não se vive inutilmente uma infância entre os Capitães da Areia."

"O Escritor, a meu ver, deve estar comprometido com o seu tempo 
e seu povo."



“Não nasci para famoso nem para ilustre, não me meço com tais medidas, nunca me senti escritor importante, grande homem: apenas escritor e homem.”
- Jorge Amado, em “Navegação de Cabotagem”.

“Para mim, o sexo sempre foi uma festa. Aos 82 anos, a festa é muito diferente do que era aos 20, aos 50, mesmo aos 60: é uma festa que é feita da experiência, do refinamento."
- Jorge Amado, aos 82 anos, Folha de S.Paulo, 1994.


“Acho que o mais terrível foi a degradação do caráter. Em relação a duas coisas. Você teve a tortura. Em segundo lugar, a ditadura institucionalizou a corrupção. Hoje, esse mal faz parte dos costumes.”
- Jorge Amado, em "Jornal da Tarde", 04/01/1992 - Sobre as consequências da ditadura no Brasil.


Viver é quase um milagre, e esse milagre o povo realiza diariamente.”

"Vivi ardentemente, lutei pela liberdade, contra preconceitos, amei, sofri, me alegrei, me diverti."

"O escritor brasileiro tem que ouvir o Brasil."

"Para criar a vida, é preciso tê-la vivido e ardentemente, com apaixonado coração."

“Milagre de amor não tem explicação, não necessita.”

“Eu continuo firmemente pensando em modificar o mundo e acho que a literatura tem uma grande importância.” 

“Um escritor não pode desejar nada de maior e de melhor do que ser lido. Assim ele pode cumprir sua missão..."

“Mais poderoso é o povo que supera e vence as limitações, enfrenta as terríveis condições da vida e marcha em frente, para o futuro.”


"Jorge Amado [(1912-2001), escritor baiano que celebrizou, no país e no mundo, personagens típicas da Bahia], quem não gosta de Jorge Amado? A verve do Jorge Amado, a criatividade, vai ficar. Nós já temos um acervo de literatura que nos retrata e que é o espelho em que o Brasil se olha. Nós aprendemos a nos olhar assim. As mulheres brasileiras aprenderam a fazer amor com o preto, foi lendo Jorge Amado, aprenderam que era factível."
- Darcy Ribeiro, no Roda Viva, TV Cultura, em 17 abr. 1995.

quinta-feira, 14 de junho de 2012

PARA UMA BOA REFLEXÃO ...



A HARPA MÁGICA 



Uma vez um homem estava viajando e, acidentalmente, entrou no paraíso.Em um venerado mosteiro conservava-se uma Harpa mágica, da qual,segundo os antigos oráculos, brotaria uma melodia maravilhosa no dia em que fosse dedilhada por um artista capaz de tocá-la devidamente.

Atraídos pelo oráculo e na esperança de se tornar famosos, muitos iam ao santuário, garantiam que eram grandes harpistas e pediam para que lhes deixassem tentar tocar a harpa mágica.Mas todos fracassavam, do instrumento só saiam os mais desagradáveis ruídos.

Tanto os monges que viviam no mosteiro quanto o povo do lugar já haviam perdido as esperanças de que pudesse aparecer alguém capaz de tocar o instrumento misterioso quando, um dia, apresentou-se ali um humilde homem.Era um desconhecido e ninguém imaginava que chegaria a conseguir aquilo que tantos músicos célebres haviam fracassado.

Quando o homem começou a dedilhar o instrumento com delicadeza, como se estivesse acariciando as cordas com os dedos,tinha-se a sensação de que a harpa e o harpista haviam sido fundidos em um único ser.Durante bastante tempo, que a todos lhes pareceu como um segundo, ouviram uma melodia com a qual sequer poderiam ter sonhado.

Por fim, o homem acabou de tocar e devolveu com grande reverência a harpa aos monges; estes, maravilhados, perguntaram-lhe como conseguira tocar aquela música com um instrumento do qual os mais famosos músicos não haviam sido capazes de tirar sequer uma nota afinada.

Então o homem respondeu com grande humildade: todos os que me precederam na tentativa chegaram com o propósito de usar a harpa para se envaidecer.

Eu, apenas me submetí inteiramente a ela e emprestei-lhe meus dedos, para que não fosse eu  a lhe impor minha música, mas que ela pudesse cantar tudo o que leva dentro de si. 

Então, a madeira da harpa, que havia sido uma árvore centenária, vibrou para cantar o ritmo do Sol e da Lua, os resplendores da aurora e do ocaso, a força do vento, o rumor da chuva, o silêncio das nevadas, o calor do verão e o frio do inverno, a ilusão de tantas primaveras e a tristeza do outono; em suma, a história da própria natureza.
 
É um instrumento maravilhoso que não pode ser tocado por aqueles que estão cheios de si mesmo; é preciso esvaziar-se diante da harpa para deixar que ela mesma toque a sua melodia.  
 
( Autor desconhecido )

Às vezes em nossas vidas também precisamos esvaziar nossa mente e nossas atitudes e deixar que ela tome seu rumo ;

PENSE NISSO ... 

GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER 



sexta-feira, 8 de junho de 2012

DIA DOS NAMORADOS ( ORIGEM DA DATA ).




Esta data possui diversas origens, algumas bem curiosas, outras envolvendo fatores econômicos e crendices populares.


 Costuma ser conhecido mundo afora como o Dia de Valentine. É a data dos apaixonados. Namorados, noivos, casados, todos comemoram a paixão com um presente, acompanhado de palavras românticas. Em vários países do mundo, a frase que encerra o discurso amoroso no cartão é de seu Valentine. Essa assinatura esconde a origem da comemoração e uma triste, mas bela, história de amor.

14 DE FEVEREIRO É O DIA DE CELEBRAR O AMOR EM DIVERSOS PAÍSES DO 
MUNDO. O VALENTINE`S DAY É O DIA DOS NAMORADOS , QUE NO BRASIL 
COMEMORA-SE EM 12 DE JUNHO , JÁ O SANTO É HOMENAGEADO POR 
TODOS OS DEVOTOS.


12 de Junho é o dia dos namorados no Brasil data também comemorada em Portugal até há poucos anos mas atualmente os portugueses celebram  14 de Fevereiro.


COMO SURGIU ...

 No segundo século da era cristã, o imperador romano Claudius resolveu impedir o casamento de seus soldados. Insano, Claudius acreditava que soldados solteiros envolviam-se muito mais nas batalhas do que os casados, que deixavam para trás suas amadas. Foi então que o bispo católico Valentine tomou a decisão corajosa de enfrentar a determinação imperial e, secretamente, celebrar o casamento de jovens apaixonados. Impressionado com a valentia e popularidade de Valentine, Claudius convocou o bispo ao seu palácio. Valentine seria perdoado da punição por contrariar a norma se renunciasse ao cristianismo. O bispo selou sua sentença de morte ao recusar a renúncia e, imprudentemente, tentar converter o imperador à sua religião. Aguardando a execução, o próprio Valentine se apaixonou por uma jovem cega, filha do carcereiro. Diz a lenda que a paixão foi tão pura e intensa que, nos poucos dias em que conviveram, os enamorados experimentaram o milagre do amor: a jovem recuperou a visão. Para selar as juras que trocava por escrito, o bispo assinava o cartão que deu origem aos que conhecemos hoje, sempre da mesma forma :“from your Valentine” (do seu Valentinus) . O costume sobreviveu ao bispo, que acabou sendo apedrejado e decapitado. O primeiro cartão de amor que se tem notícia depois da triste história de Valentine foi enviado por Charles, duque de Orleans, para sua esposa, no período em que ele esteve preso na Torre de Londres, mais de cinco séculos atrás. A partir daí, o hábito de presentear a amada com palavras de amor se popularizou e, aos poucos, ganhou o mundo. Hoje, o Dia dos Namorados é mais do que uma homenagem à persistência do bispo: ele se transformou na celebração do amor.  


NO BRASIL 



No Brasil, o dia teve uma origem comercial, em 1948, quando a rede de lojas Clipper percebeu que durante o mês de junho sempre ocorria uma queda nas vendas relacionada à ausência de uma data comemorativa no mês. Para reverter essa situação, a empresa contratou o publicitário João Dória, que teve a ideia de copiar o Valentine’s Day e escolheu o dia 12 de junho para as comemorações. A data não foi escolhida por acaso. No Brasil, as mulheres, esperançosas na busca de um amor, homenageiam o Santo Antônio, o “santo casamenteiro”, no dia 13 de junho. Então a escolha do Dia dos Namorados ficou para um dia antes destas homenagens ao santo do amor. A estratégia de Dória surtiu efeito com o slogan “não é só com beijos que se prova o amor”, o que alavancou as vendas da loja e criou a tradicional troca de presentes da data.
Desde então, casais apaixonados trocam presentes como chocolates, flores, ursinhos de pelúcia, cartões e outras lembranças para reafirmar o amor e o carinho que sentem todo dia 12 de junho.







A data pode ser um motivo para um dia especial de atenção e carinho entre namorados e quaisquer outros casais que se amem. É claro que qualquer dia e todos os dias são apropriados para se manifestar amor. Porém, como habitualmente as pessoas costumam estar envolvidas com seus afazeres, o dia dos namorados oferece uma oportunidade para que se preste mais atenção no parceiro e na relação amorosa. É o momento de nos alegrarmos por tudo o que temos podido dar, trocar e receber da pessoa que amamos e que nos ama. Faz bem lembrar o quanto esta relação é importante para nossa alegria e nossa felicidade.


COMO É GRATIFICANTE COMEMORAR O AMOR !!! 


ABRAÇO CARINHOSO E FRATERNAL MEUS QUERIDOS,
ESPERO QUE GOSTEM DA PARTILHA ...


GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER 



quarta-feira, 6 de junho de 2012

CORPUS CHRISTI E SUA HISTÓRIA


 CORPUS CHRISTI ,
TAPETES , ARTES E RELIGIOSIDADE ...




“Celebrar o Corpo de Cristo é abrir corações e mentes aos corpos profanados pela injustiça e contemplar a criação como expressão do Corpo de Deus. Creio que o universo é o ventre divino no qual estamos sendo gerados, para a vida em que toda a dor estará erradicada pela soberania do amor.”
(Frei Betto)


"Corpus Christi", em latim, significa "corpo de CRISTO". Trata-se de uma festa católica móvel que celebra o milagre da transubstanciação. A festa de Corpus Christi é uma das mais antigas do catolicismo em todo o mundo. Foi instituída pelo Papa Urbano IV, em 1264, para ser celebrada na quinta-feira após o domingo da Santíssima Trindade, que ocorre, por sua vez, no domingo seguinte ao de Pentecostes. Tem por objetivo celebrar solenemente o mistério da Eucaristia - o Sacramento do Corpo e do Sangue de Jesus Cristo, em alusão à Quinta-feira Santa, quando se deu a instituição deste sacramento. Durante a Última Ceia de Jesus com seus apóstolos, Ele mandou que celebrassem Sua memória comendo o pão e bebendo o vinho que se transformariam em seu Corpo e Sangue. 


HISTÓRIA 

A celebração de Corpus Christi consta de uma missa, procissão e adoração ao Santíssimo Sacramento. A procissão lembra a caminhada do Povo de Deus, que é peregrino, em busca da Terra Prometida. No Antigo Testamento esse povo foi alimentado com maná, no deserto. A partir da paixão, morte e ressurreição do Senhor, este Povo é alimentado com o próprio corpo de Cristo.

Corpus Christi é Jesus presente na hóstia consagrada em corpo, sangue, alma e divindade. Ninguém vê Jesus na hóstia, mas acreditamos pela nossa fé.

Conta-se ainda, que sua origem está ligada a um milagre acontecido na Idade Média. O sacerdote Pedro de Praga fazia peregrinação indo a Roma. Nessa viagem, parou para pernoitar na vila Bolsena, não longe de Roma e se hospedou na Igreja de Santa Catarina. Na manhã seguinte, foi celebrar uma missa e pediu ao Senhor que tirasse as dúvidas que ele tinha em acreditar que Jesus estava presente na Eucaristia. Era difícil para ele acreditar que no pão e no vinho, estava o corpo de Cristo. Na hora em que ergueu a hóstia, esta começou a sangrar (sangue vivo). Ele assustado, embrulhou a hóstia e voltou à sacristia e avisou o que estava acontecendo. O sangue escorria, sujando todo o chão no qual apareciam vários pingos. Isso foi informado ao Papa Urbano IV, que estava em Orvieto, que mandou um bispo a essa vila verificar a veracidade de tal fato. O bispo viu que a hóstia sangrava e o chão, o altar e o corporal (toalha branca do altar) estavam todos manchados de sangue. O bispo pegou as provas do milagre e voltou para mostrar ao Papa. O Papa, entretanto, sentia algo estranho e resolveu ir ao encontro do bispo. As carruagens se encontraram na Ponta do Sol e o Papa desceu de sua carruagem e ao ver todas as provas do milagre, ajoelhou-se no chão e se dobrou sobre aquela hóstia sangrando e exclamou: "Corpus Christi (Corpo de Cristo)!"

Em outra versão, conta-se que Festa de Corpus Christi surgiu no séc. XIII, na diocese de Liège, na Bélgica, por iniciativa da freira Juliana de Mont Cornillon, (†1258) que recebia visões nas quais o próprio Jesus lhe pedia uma festa litúrgica anual em honra do sacramento da Eucaristia.

Aconteceu, porém, que quando o padre Pedro de Praga, da Boêmia, celebrou uma Missa na cripta de Santa Cristina, em Bolsena, Itália, aconteceu um milagre eucarístico: da hóstia consagrada começaram a cair gotas de sangue sobre o corporal após a consagração. Alguns dizem que isto ocorreu porque o padre teria duvidado da presença real de Cristo na Eucaristia.

O Papa Urbano IV (1262-1264), que residia em Orvieto, cidade próxima de Bolsena, onde vivia S. Tomás de Aquino, informado do milagre, então, ordenou ao Bispo Giacomo que levasse as relíquias de Bolsena a Orvieto. Isso foi feito em procissão. Quando o Papa encontrou a Procissão na entrada de Orvieto, teria então pronunciado diante da relíquia eucarística as palavras: “Corpus Christi”. Esta teria sido a primeira procissão de Corpus Christi.

Em 11 de agosto de 1264 o Papa emitiu a bula "Transiturus de mundo", onde prescreveu que na quinta-feira após a oitava de Pentecostes, fosse oficialmente celebrada a festa em honra do Corpo do Senhor.

Até hoje, ainda existem essas provas do fato acontecido na Vila Bolsena. Aí começou a ser celebrado o dia de Corpus Christi e todos passaram a acreditar que Jesus está presente na hóstia consagrada. Para acreditar, tudo depende da nossa fé. Isso é um MISTÉRIO DA FÉ! 


NO BRASIL

No Brasil, a festa passou a integrar o calendário religioso de Brasília, em 1961, quando uma pequena procissão saiu da Igreja de madeira de Santo Antônio e seguiu até a Igrejinha de Nossa Senhora de Fátima. A tradição de enfeitar as ruas surgiu em Ouro Preto, cidade histórica do interior de Minas Gerais e acabou se estendendo a todo o País.

Durante a Missa, o celebrante consagra duas hóstias: uma é consumida e a outra, apresentada aos fiéis para adoração. Essa hóstia permanece no meio da comunidade, como sinal da presença de Cristo vivo no coração de sua Igreja.



NA SUAS ORNAMENTAÇÕES O POVO PÕE AMOR , FÉ E UNIÃO ... 
E TRABALHAM EM COMUNHÃO !!! 

GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER 




terça-feira, 5 de junho de 2012

NA VIDA ...





TEMOS MAIS É QUE VIVER 

E ...



E SE NA VIDA :

HOJE ALGO NOS DESMOTIVA ... 
AMANHÃ UMA MOTIVAÇÃO VEM EM DOBRO ...
NÃO EXATAMENTE NESTA ORDEM MAS , É MAIS OU MENOS 
ASSIM ...

COISAS DA VIDA !!!


E ASSIM VAMOS VIVENDO E APRENDENDO ... 
 TEMOS QUE VIVER NOS BONS E MAUS MOMENTOS 
DESTA VIDA ... 
AS COISAS TENDEM A MELHORAR !!! 


REALMENTE , ENTENDER NÃO É NADA FÁCIL ...
MUITAS VEZES FRAQUEJO  ( AFINAL SOU HUMANA ), 
E QUANDO ISSO ACONTECE : 
RELEMBRO QUE AS COISAS JÁ ESTIVERAM PIORES ... 
SOBREVIVI E APRENDI !!! 

E QUE NESTA VIDA AS COISAS ACONTECEM HOJE ... 
PARA ENTENDERMOS AMANHÃ ... 
É O CICLO DA VIDA !!!

ABRAÇO CARINHOSO E FRATERNAL MEUS QUERIDOS ... 

GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER