Seguidores

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

QUE ASSIM SEJA ...


ACREDITAR SEMPRE.




Todos nós, na infância, temos sonhos:
grandes, médios ou pequenos.
Mas à medida que a vida passa, esses sonhos
vão para as prateleiras da vida.
Depois para a área de serviço,
até chegar ao sótão e ser, então,esquecidos.
E os sonhos acabam se tornando vestígios
de uma época em que a pessoa acreditava
no mundo e em sua capacidade de realização.
Enquanto os perdedores se acomodam e
pensam que um sonho é muito para eles,
os campeões se perguntam o que precisam fazer
para realizá-lo.
Nunca pense que uma meta não foi feita para você,
mas sim nas virtudes que precisa
desenvolver para conseguir atingi-la. Seus sonhos mantêm aceso o fogo
sagrado em seu coração.
Eles são a seiva da vida.
Nós envelhecemos não porque o tempo passa,
mas principalmente porque abandonamos
nossos sonhos.

Pessoas de idade avançada, mas com grandes
ambições, carregam nos olhos o brilho da
juventude, pois suas metas continuam
alimentando sua alma.
É triste olhar para alguém com 40 ou 50 anos
e observar que está vivendo a espera da morte.
É Frustrante ver adolescentes precocemente
envelhecidos, pois em seus corações já não
carregam mais sonhos.
Para essas pessoas viver é simplesmente
completar o dia, completar o mês,
completar o ano.
E é triste constatar que nosso povo está
deixando de sonhar. A maioria procura
completar o dia. Não se permite imaginar
algo além do que está vivendo.

Nunca, nunca, nunca desista!
(W. Churchill)

Texto retirado do livro
"O Sucesso é ser Feliz"
(Roberto Shinyashiki)


Abraço carinhoso e fraternal ...

GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

PALAVRAS PRONUNCIADAS ...


A comida não digerida, faz menos mal que palavras mal colocadas.
#Fato


Temos que ponderar nossas palavras ...
E não falar sem medir as consequências das mesmas.
Quando ouvimos palavras desmedidas ...
Ficamos magoados, e quem as pronuciou tenho a impressão 
que não tem noção de como magoaram, de como feriram.
Sim, as palavras tem impotância em nossa vida e temos
que saber usa-las, saber como dizê-las ou pronuncia-las.
Uns demoram a digerir, mas digerem ... 
Outros, o tempo passa e as palavras pronunciadas 
 não são digeridas de sua vida.




Vamos pensar antes de falar ...
Colocar mais amor nas palavras pronunciadas.
Não faça de suas palavras um alimento estragado,
e sim um alimento SAGRADO.

GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

CHUVA ...


ÁGUA ABENÇOADA.



NESTA VIDA ...

Uns sentem a chuva, outros se molham.
(Bob Dylan)

Um dia de chuva é tão belo como um dia de sol.
Ambos existem; cada um como é.
(Fernando Pessoa)


CHUVA ...

 Que fecunda a terra seca, para uma nova 
plantação.

De dia e de noite ...
E muitas vezes, chuva todos os dias.

Na seca você é recebida com festa e louvores ...
Uns dizem que seu barulho é uma canção.

Vem para dar vida ...
Mesmo que muitas vezes também tira vidas.

Às vezes mansa, às vezes brava ...
Algumas vezes descontrolada.

A chuva tem seu encanto ...
 Uma vez tomei um banho de chuva, foi tão
bom que a minha roupa estava molhada,
mas a minha alma estava lavada.
Então como dizem ...
É UMA ÁGUA ABENÇOADA.

GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER

sábado, 23 de novembro de 2013

MENSAGEM DE CHICO XAVIER.


SÁBIAS PALAVRAS ...



Quando você conseguir superar
graves problemas de relacionamento,
não se detenha na lembrança dos momentos difíceis,
mas na alegria de haver atravessado
mais essa prova em sua vida.

Quando sair de um longo tratamento de saúde,
não pense no sofrimento
que foi necessário enfrentar,
mas na bênção de Deus
que permitiu a cura.

Leve na sua memória, para o resto da vida,
as coisas boas que surgiram nas dificuldades.
Elas serão uma prova de sua capacidade,
e lhe darão confiança
diante de qualquer obstáculo.

Uns queriam um emprego melhor;
outros, só um emprego.
Uns queriam uma refeição mais farta;
outros, só uma refeição.
Uns queriam uma vida mais amena;
outros, apenas viver.
Uns queriam pais mais esclarecidos;
outros, ter pais.

Uns queriam ter olhos claros;
outros, enxergar.
Uns queriam ter voz bonita;
outros, falar.
Uns queriam silêncio;
outros, ouvir.
Uns queriam sapato novo;
outros, ter pés.

Uns queriam um carro;
outros, andar.
Uns queriam o supérfluo;
outros, apenas o necessário.

Há dois tipos de sabedoria:
a inferior e a superior.

A sabedoria inferior é dada pelo quanto uma pessoa sabe
e a superior é dada pelo quanto ela tem consciência de que não sabe.
Tenha a sabedoria superior.
Seja um eterno aprendiz na escola da vida.

A sabedoria superior tolera;
a inferior, julga;
a superior, alivia;
a inferior, culpa;

a superior, perdoa; a inferior, condena.

Tem coisas que o coração só fala
para quem sabe escutar!

(Chico Xavier)

Para uma maravilhosa reflexão ...

GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

PASSARINHO DA MADRUGADA ...




Tem passarinho que canta às 4:18 da madrugada, estou ouvido 
a cantoria neste momento. 




Tem momentos que silência, para depois voltar a cantar.
Está como o meu sono, que vai embora e momentos depois 
volta ...
Prestando atenção agora, tem mais que um cantando ou 
será que conversando ...
É até interessante, o tempo vai passando e o meu sono 
também.
Penso, que seria bom ter alguém aqui para conversar, falar 
dos meus temores, a preocupação com mamãe que não está bem, estou com medo de dormir e ela se sentir mal e precisar
dos meus cuidados.
Bom, apareceu o passarinho da madrugada para não me 
deixar sozinha ...
Cantando para o amanhecer que está chegando.



A companhia deste passarinho cantor,
me fez bem ...

"Quando você está feliz, você curte a música.
Quando você está triste, você entende a letra."


GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

ALUNA ROSA.


Nunca é tarde para realizar um sonho ...


No primeiro dia de aula nosso professor se apresentou aos alunos, e nos desafiou a que nos apresentássemos a alguém que não conhecêssemos ainda. Eu fiquei em pé para olhar ao redor quando uma mão suave tocou meu ombro. Olhei para trás e vi uma pequena senhora, velhinha e enrugada, sorrindo radiante para mim, com um sorriso que iluminava todo o seu ser.

Ela disse:
- Hei, bonitão. Meu nome é Rosa. Eu tenho oitenta e sete anos de idade. Posso te dar um abraço?
-Eu ri, e respondi entusiasticamente:
- É claro que pode! - e ela me deu um gigantesco apertão.
- Por que você está na faculdade em tão tenra e inocente idade? - perguntei.
Ela respondeu brincalhona:
- Estou aqui para encontrar um marido rico, casar, ter um casal de filhos, e então me aposentar e viajar.
- Está brincando - eu disse. Eu estava curioso em saber o que a havia motivado a entrar neste desafio com a sua idade, e ela disse:
- Eu sempre sonhei em ter um estudo universitário, e agora estou tendo um!
Após a aula nós caminhamos para o prédio da união dos estudantes, e dividimos um "milkshake" de chocolate. Nos tornamos amigos instantaneamente.
Todos os dias nos próximos três meses nós teríamos aula juntos e falaríamos sem parar.
Eu ficava sempre extasiado ouvindo aquela "máquina do tempo" compartilhar sua experiência e sabedoria comigo.
No decurso de um ano, Rosa tornou-se um ícone no campus universitário, e fazia amigos facilmente, onde quer que fosse.
Ela adorava vestir-se bem, e revelava-se na atenção que lhe davam os outros estudantes. Ela estava curtindo a vida! No fim do semestre nós convidamos Rosa para falar no nosso banquete de futebol.
Jamais esquecerei do que ela nos ensinou.
Ela foi apresentada e se aproximou do pódio
Quando ela começou a ler a sua fala preparada,
deixou cair três das cinco folhas no chão.
Frustrada e um pouco embaraçada, ela pegou o microfone e disse simplesmente: Desculpe-me, eu estou tão nervosa! Parei de beber por causa da Quaresma, e este uísque está me matando! Eu nunca conseguirei colocar meus papéis em ordem de novo, então me deixe apenas falar para vocês sobre aquilo que eu sei.

Enquanto nós ríamos, ela limpou sua garganta e começou:
- Nós não paramos de amar porque ficamos velhos; nós nos tornamos velhos porque paramos de amar. Existem somente quatro segredos para continuarmos jovens, felizes e conseguindo sucesso. Você precisa rir e encontrar humor em cada dia. Você precisa ter um sonho. Quando você perde seus sonhos, você morre. Nós temos tantas pessoas caminhando por aí que estão mortas e nem desconfiam! Há uma enorme diferença entre ficar velho e crescer.

Se você tem dezenove anos de idade e ficar deitado na cama por um ano inteiro, sem fazer nada de produtivo, você ficará com vinte anos. Se eu tenho oitenta e sete anos e ficar na cama por um ano e não fizer coisa alguma, eu ficarei com oitenta e oito anos. Qualquer um consegue ficar mais velho. Isso não exige talento nem habilidade. A idéia é crescer através de sempre encontrar oportunidade na novidade. Isto não precisa nenhum talento ou habilidade. A idéia é crescer sempre encontrando a oportunidade de mudar. Não tenha remorsos. Os velhos geralmente não se arrependem daquilo que fizeram, mas sim por aquelas coisas que deixaram de fazer. As únicas pessoas que tem medo da morte são aquelas que tem remorsos.
Ela concluiu seu discurso cantando corajosamente "A Rosa".
Ela desafiou a cada um de nós a estudar poesia e vivê-la em nossa vida diária. No fim do ano Rosa terminou o último ano da faculdade que começou há todos aqueles anos atrás.

Uma semana depois da formatura, Rosa morreu tranqüilamente em seu sono.
Mais de dois mil alunos da faculdade foram ao seu funeral, em tributo à maravilhosa mulher que ensinou, através de exemplo, que nunca é tarde demais para ser tudo aquilo que você pode provavelmente ser.

Estas palavras têm sido divulgadas por amor, em memória de "Rosa" e lembre-se:
"Ficar velho é obrigatório, crescer é opcional".
Se você leu isso com o coração estará mais sábio, mas se leu com a mente, estará apenas mais velho.


(SEM MENÇÃO DO AUTOR)

Texto maravilhoso para uma ótima reflexão ...

GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA.



O processo histórico em que se desenvolveu o fim do regime monárquico brasileiro e a ascensão da ordem republicana no Brasil perpassa por uma série de transformações em que visualizamos a chegada dos militares ao poder. De fato, a proposta de um regime republicano já vivia uma longa história manifestada em diferentes revoltas. Entre tantas tentativas de transformação, a Revolução Farroupilha (1835-1845) foi a última a levantar-se contra a monarquia.

Deodoro da Fonseca: executor de uma mudança construída ao longo do tempo.

Podemos destacar a importância do processo de industrialização e o crescimento da cafeicultura enquanto fatores de mudança sócio-econômica. As classes médias urbanas e os cafeicultores do Oeste paulista buscavam ampliar sua participação política através de uma nova forma de governo. Ao mesmo tempo, os militares que saíram vitoriosos da Guerra do Paraguai se aproximaram do pensamento positivista, defensor de um governo republicano centralizado.

Além dessa demanda por transformação política, devemos também destacar como a campanha abolicionista começou a divulgar uma forte propaganda contra o regime monárquico. Vários entusiastas da causa abolicionista relacionavam os entraves do desenvolvimento nacional às desigualdades de um tipo de relação de trabalho legitimado pelas mãos de Dom Pedro II. Dessa forma, o fim da monarquia era uma opção viável para muitos daqueles que combatiam a mão de obra escrava.

Até aqui podemos ver que os mais proeminentes intelectuais e mais importantes membros da elite agroexportadora nacional não mais apoiavam a monarquia. Essa perda de sustentação política pode ser ainda explicada com as consequências de duas leis que merecem destaque. Em 1850, a lei Eusébio de Queiroz proibiu a tráfico de escravos, encarecendo o uso desse tipo de força de trabalho. Naquele mesmo ano, a Lei de Terras preservava a economia nas mãos dos grandes proprietários de terra.

O conjunto dessas transformações ganhou maior força a partir de 1870. Naquele ano, os republicanos se organizaram em um partido e publicaram suas ideias no Manifesto Republicano. Naquela altura, os militares se mobilizaram contra os poderes amplos do imperador e, pouco depois, a Igreja se voltou contra a monarquia depois de ter suas medidas contra a presença de maçons na Igreja anuladas pelos poderes concedidos ao rei.

No ano de 1888, a abolição da escravidão promovida pelas mãos da princesa Isabel deu o último suspiro à Monarquia Brasileira. O latifúndio e a sociedade escravista que justificavam a presença de um imperador enérgico e autoritário, não faziam mais sentido às novas feições da sociedade brasileira do século XIX. Os clubes republicanos já se espalhavam em todo o país e naquela mesma época diversos boatos davam conta sobre a intenção de Dom Pedro II em reconfigurar os quadros da Guarda Nacional.

A ameaça de deposição e mudança dentro do exército serviu de motivação suficiente para que o Marechal Deodoro da Fonseca agrupasse as tropas do Rio de Janeiro e invadisse o Ministério da Guerra. Segundo alguns relatos, os militares pretendiam inicialmente exigir somente a mudança do Ministro da Guerra. No entanto, a ameaça militar foi suficiente para dissolver o gabinete imperial e proclamar a República.

O golpe militar promovido em 15 de novembro de 1889 foi reafirmado com a proclamação civil de integrantes do Partido Republicano, na Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro. Ao contrário do que aparentou, a proclamação foi consequência de um governo que não mais possuía base de sustentação política e não contou com intensa participação popular. Conforme salientado pelo ministro Aristides Lobo, a proclamação ocorreu às vistas de um povo que assistiu tudo de forma bestializada.

Por Rainer Sousa
Graduado em História
Equipe Brasil Escola

GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER

terça-feira, 12 de novembro de 2013

DOIS MARES BEM DISTINTOS ...


UM LINDO TEXTO E UMA ÓTIMA REFLEXÃO.




Na Palestina existem dois mares.
Um é doce, e em suas águas abundam os peixes; prados, bosques e jardins enfeitam suas margens. 

As árvores estendem sobre ele seus ramos, e avançam suas raízes sedentas para beber as águas saudáveis. 
Em suas praias brincam aos grupos, as crianças como brincavam quando Jesus ali estava. 
Ele amava este mar. Contemplando sua prateada superfície, muitas vezes predicou suas parábolas. 
E num vale vizinho deu de comer a cinco mil pessoas com cinco pães e alguns peixes. 
As cristalinas águas espumantes de um braço do Jordão, que descem saltando dos cerros, formam este mar que ri e que canta sob a caricia do sol. 
Os homens edificam suas casas perto dele e os pássaros seus ninhos. 
E tudo quanto ali vive é feliz, apenas por estar às suas margens.
O Jordão desemboca ao sul em outro mar.
Ali não há movimento de peixes, nem sussurro de folhas, nem canto de pássaros, nem risos infantis.
Os viajantes evitam esta rota, a menos que a urgência de seus negócios os obrigue a seguí-la.
Uma atmosfera densa paira sobre as águas desse mar que nem o homem, nem a besta, nem a ave bebe jamais.
A que se deve esta enorme diferença entre dois mares vizinhos? 
Não se deve ao rio Jordão; tão boa é a água que lança num como no outro.
Também não se deve ao solo que lhes serve de leito, e nem às terras que o circundam.
A diferença se deve a isto: 
O mar da Galiléia recebe as águas do rio Jordão, mas não as retém ou as conserva em seu poder.
Para cada gota que entra, sai uma gota. 
O dar e receber se cumpre ali em idêntica medida.
O outro mar é avaro e retém com ciúmes o que recebe.
Jamais é tentado por impulso generoso.
Cada gota que ali cai, é gota que ali fica.
O mar da Galiléia dá e vive. 
O outro não dá nada. Chama-se Mar Morto.
HÁ DUAS CLASSES DE GENTE NESTE MUNDO ...

HÁ DOIS MARES NA PALESTINA ...

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

COISAS DESTA VIDA ...


Quando nada parece fazer sentido.



É uma situação que ficamos perdidos ...
Tentando encontrar a ponta do cipó.
São muitas decepções que temos, não digo que 
seja de amizade e sim de humanidade ...
Nesta vida está cada um por si, o resto que se exploda,
de preferência bem longe daqui.
Moro numa cidade pequena, e aqui vejo esta falta 
de humanidade, imagine nas grandes metrópolis ...
Aqui quando podem pisar, pisam.
Uma cidade onde a política impera, e quem tem bons 
cargos, não enxergam mais nada, somente o seu 
cargo e o poder ...
Chega um dia que isso tudo começa a te dar nojo,
e enojada estou.
Mas, sei que esta sensação ruim vai passar e os resquícios 
vão ficar, pois nada vai mudar a falta de humanidade 
do ser humano, infelizmente.
Como dizem:
"O melhor é sempre esperar o pior para não se 
decepcionar, mas ainda tenho a velha mania 
de acreditar e depois me decepcionar."
E
#AssimVouNosCaminhosDesta Vida

GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

CRÔNICA SOBRE POLÍTICA.






A política é simples, porem existem políticos que à complicam e decepcionam a moral dela, o Brasil possui 513 deputados federais, centenas de prefeitos e vereadores, governadores, deputados estaduais, senadores, e diversos cargos de confiança, como secretários e ministros nesse sistema político.O certo seria que todos fossem pessoas de bem, honestas, com intenções de melhorar a qualidade de vida de toda populção, que realmente trabalhasem representando o povo que os elegeram, e de maneira responsável e competente administrassem a máquina popular, é necessário entender que os impostos são pagos pelo povo e que esse dinheiro então é público, e o próprio povo de forma democratica elege um representande para governar esse dinheiro em pról da sociedade, assim sendo um prefeito, um governador e o Presidente nacional, os vereadores, deputados estaduais, deputados federais e os senadores também são eleitos para fiscalizarem esse processo e trabalharem em pról da sociedade que os elegeram, o sistema é simples, existe uma cidade, um estado e um país, neles é necessário um líder eleito para administrar de forma honesta essa riqueza para o bem comum de todos, o que acontece é que ao longo dos tempos o sistema não funciona como deve ser e revolta a população por causa de alguns políticos que se corrompem quando chegam ao poder, a ganância pelo dinheiro e a certeza da impunidade são as principais causas, devemos largar de mão a política? não essa é a resposta que devemos dizer, devemos sempre acreditar e desbanalizar esse sistema que é de todos nós cidadãos brasileiro, a mídia relata de forma competente os casos de corrupção, mas de forma irresponsável transmite a informação de maneira que generaliza toda classe política, ela deve sim espor os políticos corruptos para que a justiça faça seu dever e não fazer com que o resto todo dos políticos levem a imagem de alguns infelizes. O engraçado é que de 2 em 2 anos existe eleição para esses cargos políticos e sempre todos candidatos se dizem honestos e cheios de boa vontade para ocupar essa posição de líder, são tantos que realmente fica difícil saber em quem acreditar e depositar a confiança.Vivemos num país rico e mesmo assim um país de 3º mundo, com pobreza, miséria, desigualdade social, falta de saúde pública, educação, saneamento básico, desemprego, violência e diversos outros problemas e parece que nunca diminui, todos os anos que tem eleição os discuros são sempre os mesmos que tudo isso que eu citei agora vai acabar e nunca nem sequer diminui, o que está ha0vendo com os políticos brasileiros? será que não existe líder popular honesto? será que sempre vai existir a praga da corrupção?são perguntas que nos dias de hoje parecem ser respondidadas negativamente.
Eu penso que se o dinheiro é público ele é de todos e não meu, eu não posso me apossar de nada que não me pertence, então é claro que é errado desviar esse dinheiro para enriquecer ilicitamente, eu penso que o sálario pago para os políticos é um salário muito bem pago e que pode se viver com muita dignidade recebendo esse salário e que ter ganância é crime com pena de cadeia, acredito que é necessário prender políticos corruptos e acabar com essa lei de imunidade parlamentar para deputados e que é ridículo o político quando está a instantes de ser descoberto pelos crimes de corrupção renunciar o cargo e nada lhe acontecer e ainda vir ser candidato com a maior cara-de-pau na próxima eleição.
Nem tudo é essa porcaria que eu escrevi sobre política, existem sim políticos honestos que sonham com uma nação orgulhosa de seus representantes, mas eles não são divulgados publicamente pelos canais de comunicação talvez por não vender notícia, a solução pra melhorar a qualidade de vida da nação é que todos os discursos políticos sejam colocados em prática com eficácia e honestidade, pra isso é necessário uma atenção maior da mídia em promover essa mudança, esse espírito de reforma verdadeira no quadro político atual, inspirando novos líderes para serem os políticos de honra e orgulho do Brasil.
DOUG

Fonte = PENSADOR

GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

HOJE ...


 Faça dele o melhor ... Ele é o seu PRESENTE.



Se errou peça PERDÃO.
Nesta vida não podemos ficar parados, parados no 
RANCOR ... Se for o ofendido PERDOE.
Não é fácil, mas tente, tentando vai chegar lá.
Então, um dia tudo acaba ...
A frágil vida se esvai, e não faremos mais parte deste plano.
Caminhos existem ...
A escolha é nossa se continuamos no mesmo ou mudamos.
E a vida vai passando ...
E assim é a viagem ...
Sabendo viver, e a vida vai seguindo seu curso.

 Viver é bom ...
Viver intensamente,
A cada segundo ...
A cada minuto ...
Todo momento ...
Como se fosse uma eternidade.
Viver o máximo ...
Sempre.
Tudo na vida passa ...
E aquele momento vivido,
Acaba se resumindo apenas naquele momento ...
Talvez o momento que demoramos para nascer,
Crescer,
Viver e ser feliz !

GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER