Seguidores

quinta-feira, 29 de março de 2012

PARA REFLETIR E SENTIR ...





A MAIS BELA FLOR 




O bosque estava quase deserto, quando o homem sentou-se para ler, embaixo dos longos ramos de um velho carvalho. Estava desiludido da vida, com boas razões para chorar, pois o mundo estava tentando afundá-lo. E como se já não tivesse razões suficientes para arruinar o seu dia, um garoto chegou, ofegante, cansado de brincar. 


Parou na sua frente, de cabeça baixa e disse, cheio de alegria: "Veja o que encontrei!" O homem olhou desanimado e percebeu que na sua mão havia uma flor. "Que visão lamentável!" Pensou consigo mesmo. A flor tinha as pétalas caídas, folhas murchas, e certamente nenhum perfume. Querendo ver-se livre do garoto e de sua flor, o homem desiludido fingiu pálido sorriso e se virou para o outro lado. 

Mas ao invés de recuar, o garoto sentou-se ao seu lado, levou a flor ao nariz e declarou com estranha surpresa: "O cheiro é ótimo, e é bonita também... Por isso a peguei. Toma! É sua." A flor estava morta ou morrendo, nada de cores vibrantes como laranja, amarelo ou vermelho, mas ele sabia que tinha que pegá-la, ou o menino jamais sairia dali. 

Então estendeu a mão para pegá-la e disse, um tanto contrafeito: "Era o que eu precisava." Mas, ao invés de colocá-la na mão do homem, ele a segurou no ar, sem qualquer razão. E, naquela hora, o homem notou, pela primeira vez, que o garoto era cego e que não podia ver o que tinha nas mãos. A voz lhe sumiu na garganta por alguns instantes... Lágrimas quentes rolaram do seu rosto enquanto ele agradecia, emocionado, por receber a melhor flor daquele jardim. O garoto saiu saltitando, feliz, cheirando outra flor que tinha na mão, e sumiu no amplo jardim, em meio ao arvoredo. 

Certamente iria consolar outros corações que, embora tenham a visão física, estão cegos para os verdadeiros valores da vida. Agora o homem já não se sentia mais desanimado e os pensamentos lhe passavam na mente com serenidade. Perguntava a si mesmo como é que aquele garoto cego poderia ter percebido sua tristeza a ponto de aproximar-se com uma flor para lhe oferecer. 

Concluiu que talvez a sua auto-piedade o tivesse impedido de ver a natureza que cantava ao seu redor, dando notícias de esperança e paz, alegria e perfume... E como Deus é misericordioso, permitiu que um garoto, privado da visão física, o despertasse daquele estado depressivo. E o homem, finalmente, conseguira ver, através dos olhos de uma criança cega, que o problema não era o mundo, mas ele mesmo. E ainda mergulhado em profundas reflexões, levou aquela feia flor ao nariz e sentiu a fragrância de uma rosa... 


LIÇÃO DE VIDA

Verdadeiramente cego é todo aquele que não quer ver a realidade que o cerca.








DESCONHEÇO A AUTORIA DESTE BELO TEXTO ... 
MUITAS VEZES NOS COLOCAMOS COMO VÍTIMAS DA VIDA , 
E ESQUECEMOS DE OLHAR AO REDOR ... 
E NOS TORNAMOS CEGOS DA SITUAÇÃO POR EGOÍSMO !!! 


GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER 

segunda-feira, 26 de março de 2012

UMA ORAÇÃO COM CARINHO MEUS QUERIDOS ...




Alguém que faz você rir…Alguém que faz você acreditar em coisas boas…Alguém que convence você …De que existe uma porta destrancada…Só esperando para que você abra. Esta é a Amizade Para Sempre.



ORAÇÃO DO AMIGO 

Há muito se diz que,
quem encontrou um amigo, encontrou um tesouro precioso.

Há muito se diz que, amizade verdadeira dura pra sempre.
Não tem aquelas tempestades da paixão
e nem a calmaria exagerada do descompromisso.

É o meio termo.

É a bonita sensação do estar perto e,
de repente, deixar o silêncio chegar.

Não exige tanto. Exige tudo.
As amizades nascem do acaso.
Ou de alguma força que faz
com que uma simples brincadeira,
uma informação, um caderno emprestado,
uma dor seja capaz de unir duas pessoas.

E a cumplicidade vai ganhando corpo,
e o desejo de estar junto vai aumentando,
e, com ele, a sensação sempre boa do poder partilhar,
de se doar.

Há muito se diz que os amigos verdadeiros são aqueles
que se fazem presentes nos momentos mais difíceis da vida,

Naqueles momentos em que a dor parece
querer superar o desejo de viver.

De fato,
os amigos são necessários nesses momentos.

Mas, talvez, a amizade maior seja aquela em que o amigo
seja capaz de estar ao lado do outro nos momentos de glória,
e vibrar com essa glória.

Não ter inveja.
Não querer destruir o troféu conquistado.

Aplaudir e se fazer presente.
Ser presente.

A amizade não obedece à ordem
da proporcionalidade do merecimento.

Não há sentido em querer de volta
tudo o que com generosidade se distribuiu.

A cobrança
esmaga o espontâneo da amizade.

E a surpresa
alimenta o desejo de estar junto.

O amigo gosta de surpreender o outro com pequenos gestos.
Coisas aqui e ali que roubam um sorriso, um abraço, um suspiro.

E tudo puro, e tudo lindo.

Há muito se diz que não é possível viver sozinho.

A jornada é penosa e, sem amparo, é difícil caminhar.

Juntos, os pássaros voam com mais tranqüilidade.

Juntas, as gaivotas revezam a liderança
para que nenhuma delas se canse demais.

Juntos, é possível aos golfinhos
comentarem a beleza de um oceano infinito.

Juntos, mulheres e homens partilham momentos inesquecíveis
de uma natureza que não se cansa de surpreender.

Eu te peço, Senhor,
nessa singela oração, que me dês a graça de ser fiel
aos meus amigos. São poucos. E impossível seria que fossem muitos.
São poucos, mas são preciosos.

Eu te peço, Senhor,
que me afastes do mal da inveja que traz
consigo outros desvios.

A fofoca. A terrível fofoca que humilha,
que maltrata, que faz sofrer.

Eu te peço, Senhor,
que o sucesso do outro me impulsione a construir o meu caminho,
e que jamais eu tenha ânsia de querer atrapalhar a subida de meu amigo.

Eu te peço, Senhor, a graça de ser leal.

Que eu saiba ouvir
sempre e saiba quando é necessário falar.

Senhor,
sei que a regra de ouro da amizade consiste
em não fazer ao amigo aquilo
que eu não gostaria que ele me fizesse.
E te peço que eu seja fiel a essa intenção.

E sei que essa regra fará com que
o que se diz há tanto tempo se realize na minha vida.

Que eu tenha poucos amigos,
mas amigos que permaneçam para sempre.
Não poderia ter muitos.
Não teria tempo para cuidar de todos.

E de amigo a gente cuida.
Amigo a gente acolhe, a gente ama.

Senhor, protege os meus amigos.

Que, nessa linda jornada,
consigamos conviver em harmonia.

Que, nesse lindo espetáculo,
possamos subir juntos ao palco.

Sem protagonista.
Ou melhor, que todos sejam protagonistas,
e que todos percebam a importância de estar ali.
No palco. Na vida.

Obrigado, Senhor,
pelo dom de viver e de conviver.

Obrigado, Senhor,
pelo dom de sentir e de manifestar o meu sentimento.

Obrigado, Senhor,
pela capacidade de amar, que é abundante e é sem-fim.

Amém

(Gabriel Chalita )


ABRAÇO CARINHOSO E FRATERNAL ,

MEUS QUERIDOS AMIGOS ...


GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER

sexta-feira, 23 de março de 2012

QUEM SOU ...



OBRIGADA !!!



EU TENHO MUITO QUE AGRADECER ...




 PRIMEIROS FORAM OS MENINOS QUE CHEGARAM ,
FLORENTINO SCHNEIDER FILHO
  O CHINÊS  ( IN MEMORIAM ) 
E O ARISTEU ... 




PARA COMPLETAR AS MENINAS FORAM AS ULTIMAS ...
LETÍCIA ( NA FOTO A MAIOR )  FOI A PRIMEIRA , 
NEIA ( A DE BLUSA AZUL ) FOI A SEGUNDA , 
EU ( BATENDO PALMA) ...
FUI A ULTIMA A CHEGAR !!! 




 MEUS QUERIDOS GENITORES QUE FORAM OS 
RESPONSÁVEIS ... 
NOSSO PAI FLORENTINO SCHNEIDER ( IN MEMORIAM ) 
NOSSA MÃE LICILA SCHNEIDER .
NÃO SOMOS UM EXEMPLO ...
MAS , NOS AMAMOS !!!




E SE ALGUÉM TE PERGUNTAR QUEM SOU ...
DIGA QUE SOU ALGUÉM QUE APRENDEU A FALAR DE AMOR ,
QUE FALA DO VENTO E SE ESQUECE DO TEMPO ...
E QUE VIVO NO CORAÇÃO DAQUELES QUE CONHECEM O AMOR ,
E QUE ANDO DEVAGAR POR AI , COM UMA MULETA ... 
QUE CARINHOSAMENTE BATIZEI DE MADONNA ,
E QUE SOU UMA PESSOA AFORTUNADA POR ESTAR VIVA ...
 QUE APRENDI A DAR VALOR A VIDA E QUE POR 
ELA ME APAIXONEI ...
QUEM SOU ???
SOU APENAS ALGUÉM QUE AMA SUA FAMÍLIA , SEUS AMIGOS ...
E MAIS ALGUÉM !!!


GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER

quinta-feira, 22 de março de 2012

HISTÓRIA DO DIA MUNDIAL DA ÁGUA


         Para preservar a água não podemos mais perder tempo;




O Dia Mundial da Água foi criado pela ONU (Organização das Nações Unidas) no dia 22 de março de 1992. O dia 22 de março, de cada ano, é destinado a discussão sobre os diversos temas relacionadas a este importante bem natural.
Mas porque a ONU se preocupou com a água se sabemos que dois terços do planeta Terra é formado por este precioso líquido? A razão é que pouca quantidade, cerca de 0,008 %, do total da água do nosso planeta é potável (própria para o consumo). E como sabemos, grande parte das fontes desta água (rios, lagos e represas) esta sendo contaminada, poluída e degradada pela ação predatória do homem. Esta situação é preocupante, pois poderá faltar, num futuro próximo, água para o consumo de grande parte da população mundial. Pensando nisso, foi instituído o Dia Mundial da Água, cujo objetivo principal é criar um momento de reflexão, análise, conscientização e elaboração de medidas práticas para resolver tal problema.
No dia 22 de março de 1992, a ONU também divulgou um importante documento: a “Declaração Universal dos Direitos da Água” (leia abaixo). Este texto apresenta uma série de medidas, sugestões e informações que servem para despertar a consciência ecológica da população e dos governantes para a questão da água.
Mas como devemos comemorar esta importante data? Não só neste dia, mas também nos outros 364 dias do ano, precisamos tomar atitudes em nosso dia-a-dia que colaborem para a preservação e economia deste bem natural. Sugestões não faltam: não jogar lixo nos rios e lagos; economizar água nas atividades cotidianas (banho, escovação de dentes, lavagem de louças etc); reutilizar a água em diversas situações; respeitar as regiões de mananciais e divulgar idéias ecológicas para amigos, parentes e outras pessoas.



Declaração Universal dos Direitos da Água

Art. 1º – A água faz parte do patrimônio do planeta.Cada continente, cada povo, cada nação, cada região, cada cidade, cada cidadão é plenamente responsável aos olhos de todos.
Art. 2º – A água é a seiva do nosso planeta.Ela é a condição essencial de vida de todo ser vegetal, animal ou humano. Sem ela não poderíamos conceber como são a atmosfera, o clima, a vegetação, a cultura ou a agricultura. O direito à água é um dos direitos fundamentais do ser humano: o direito à vida, tal qual é estipulado do Art. 3 º da Declaração dos Direitos do Homem.
Art. 3º – Os recursos naturais de transformação da água em água potável são lentos, frágeis e muito limitados. Assim sendo, a água deve ser manipulada com racionalidade, precaução e parcimônia.
Art. 4º – O equilíbrio e o futuro do nosso planeta dependem da preservação da água e de seus ciclos. Estes devem permanecer intactos e funcionando normalmente para garantir a continuidade da vida sobre a Terra. Este equilíbrio depende, em particular, da preservação dos mares e oceanos, por onde os ciclos começam.
Art. 5º – A água não é somente uma herança dos nossos predecessores; ela é, sobretudo, um empréstimo aos nossos sucessores. Sua proteção constitui uma necessidade vital, assim como uma obrigação moral do homem para com as gerações presentes e futuras.
Art. 6º – A água não é uma doação gratuita da natureza; ela tem um valor econômico: precisa-se saber que ela é, algumas vezes, rara e dispendiosa e que pode muito bem escassear em qualquer região do mundo.
Art. 7º – A água não deve ser desperdiçada, nem poluída, nem envenenada. De maneira geral, sua utilização deve ser feita com consciência e discernimento para que não se chegue a uma situação de esgotamento ou de deterioração da qualidade das reservas atualmente disponíveis.
Art. 8º – A utilização da água implica no respeito à lei. Sua proteção constitui uma obrigação jurídica para todo homem ou grupo social que a utiliza. Esta questão não deve ser ignorada nem pelo homem nem pelo Estado.
Art. 9º – A gestão da água impõe um equilíbrio entre os imperativos de sua proteção e as necessidades de ordem econômica, sanitária e social.
Art. 10º – O planejamento da gestão da água deve levar em conta a solidariedade e o consenso em razão de sua distribuição desigual sobre a Terra.

Fonte: ONU, Wikipédia


ÁGUA UM BEM PRECIOSO ... 
É VIDA !!!

GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER


segunda-feira, 19 de março de 2012

MOMENTO PARA UMA BOA REFLEXÃO( 2 ) ...

Sobre Pontes e Muros




AS PONTES DA UNIÃO



Dois irmãos que moravam em fazendas vizinhas, separadas apenas por um riacho, entraram em conflito.Foi a primeira grande desavença em toda uma vida de trabalho lado a lado.Mas agora tudo havia mudado. O que começou com um pequeno mal entendido, finalmente explodiu numa troca de palavras ríspidas, seguidas por semanas de total silêncio. Numa manhã, o irmão mais velho ouviu baterem à sua porta.
-Estou procurando trabalho, disse ele. Talvez você tenha algum serviço para mim.
-Sim, disse o fazendeiro. Claro! Vê aquela fazenda alí, além do riacho? É do meu vizinho. Na realidade, do meu irmão mais novo. Nós brigamos e não posso mais suportá-lo. Vê aquela pilha de madeira ali no celeiro? Pois use para construir uma cerca bem alta.
-Acho que entendo a situação, disse o carpinteiro. Mostre-me onde estão a pá e os pregos.
O irmão mais velho entregou o material e foi para a cidade.O homem ficou ali cortando, medindo, trabalhando o dia inteiro.Quando o fazendeiro chegou, não acreditou no que viu: em vez de cerca, uma ponte foi construída ali, ligando as duas margens do riacho. Era um belo trabalho, mas o fazendeiro ficou enfurecido e falou:
-Você foi atrevido construindo essa ponte depois de tudo que lhe contei.
Mas as surpresas não pararam aí. Ao olhar novamente para a ponte viu o seu irmão se aproximando de braços abertos. Por um instante permaneceu imóvel do seu lado do rio. O irmão mais novo então falou:
-Você realmente foi muito amigo construindo esta ponte depois do que eu lhe disse.De repente, num só impulso, o irmão mais velho correu na direção do outro e abraçaram-se, chorando no meio da ponte. O carpinteiro que fez o trabalho partiu com sua caixa de ferramentas.
-Espere, fique conosco! Tenho outros trabalhos para você.
E o carpinteiro respondeu:
-Eu adoraria, mas tenho outras pontes a construir…
Já pensou como as coisas seriam mais fáceis se parássemos de construir cercas e muros e passássemos a construir pontes com nossos familiares, amigos, colegas do trabalho e principalmente nossos inimigos?…
Obs.: "Que exista sempre essa ponte que nos une".
(Charles Kattering)




Disse Isaac Newton: " Construimos muitos muros e poucas pontes!" Esta é uma afirmação atemporal pela verdade que até hoje encerra…E muros há por toda parte, em nossas casas, no ambiente de trabalho, nos partidos políticos, nas religiões, nas fronteiras armadas dos paises e, o pior deles, pois que de material por vezes indestrutível: os muros invisíveis que construímos ao redor de nós mesmos…

Lembro-me agora de um muro famoso: a Muralha da China, que com seus 6000 km pode ser  vista da Lua… Quanto sacrifício, quantas vidas perdidas na construção de um símbolo de separação de homens, de poder e defesa… Os muros nos relembram nossa condição de lobos do próprio homem (homo homini lupus…), nos avivam a contradição que existe na convivência pacífica…

Não é fácil derrubar um muro e nem sempre sua derrubada servirá à construção de uma ponte…Basta pensarmos na histórica queda do Muro de Berlim (09/11/1989)… Simbolicamente  bom…mas que avanços houve rumo à PAZ entre os povos? E nestes tempos de muitas mudanças externas e raras internas, nas guerras ainda atuais, pontes ainda são alvos primeiros no ataque ao inimigo…

E porque é tão difícil derrubar um muro? Primeiro porque é preciso que se queira derrubá-lo e segundo, é necessário aprender a viver sem ele. Isso significa que é preciso querer se aproximar, sentir necessidade do contato com o outro. Viver sem um muro, seja este material ou imaterial, é estar vulnerável, é conseguir lidar com a exposição de si ao olhar alheio – seja de aprovação, seja de reprovação. Pontes levam ao desconhecido outro; muros protegem do desconhecido outro…

O que nos impele a construir um em detrimento de outro? Nossos sentimentos de ódio, nossa razão enfraquecida, nossa ignorância (o não conhecimento) ergue os muros; ao contrário, nossa tolerância, as variantes do Amor, nossa compreensão de nós mesmos e do outro faz com que construamos pontes.

Quantas pontes poderiam ser construídas com os tijolos do diálogo? diálogo entre vizinhos, parentes, países… Quantas surgem a cada nova amizade? Construímos pontes quando deixamos de lado nosso egoismo, nossa indiferença, quando abrimos a porta de nossos corações às batidas do nosso semelhante que sofre… E a cada vez que nos deixamos cegar pela ira, a cada vez que agimos como instrumentos de difamação do outro, a cada vez que disseminamos falácias e preconceitos colocamos mais um tijolo que irá fortalecer a estrutura de nossos muros…

À guisa de nos protegermos das ameaças externas, a cada novo muro aumenta o nosso próprio isolamento; ao nos distanciarmos do outro, já não pode haver distância segura que nos proteja, pois que nele vemos um inimigo em potencial… Podemos escolher o que construir com o mesmo número de tijolos; porém, nossa comodidade, nosso egoísmo prefere a arquitetura mais simples… Esquecêmo-nos todos de que quanto mais fechados em nossos domínios, mais se estreita nossa visão… Pensemos nisso…

 
O texto que segue é do filósofo e escritor francês Jean-Marie Muller; penso que é uma excelente complementação para a reflexão de meus amigos:
 
"A violência constrói muros e destrói pontes. A não-violência nos convida a derrubar muros e construir pontes. Tarefa extremamente difícil. A arquitetura dos muros não exige qualquer imaginação: basta seguir a Lei da Gravidade; enquanto a das pontes exige muito mais inteligência: é preciso vencer a força da gravidade. Os muros mais visíveis que separam os homens são os de cimento que martirizam a geografia e dividem a terra que necessita ser compartilhada. Mas existem também muros no coração e na mente dos homens. São os muros de ideologias, preconceitos, menosprezos, estigmatizações, rancores, ressentimentos, medos. Apenas aqueles que, seja qual for o campo em que atuam, tiverem a lucidez, a inteligência e a coragem de derrubar esses muros e construir pontes que possibilitam aos homens, às comunidades e aos povos se encontrarem, se reconhecerem, dialogarem e começarem a se compreender, somente estes são os artesãos da paz que salvaguardam o futuro da humanidade."


PENSEM NISSO MEUS QUERIDOS ...

GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER 

sexta-feira, 16 de março de 2012

MOMENTO PARA UMA BOA REFLEXÃO ...



Quando as coisas na vida parecem demasiado, quando 24 horas por dia não são suficientes... Lembra-te do frasco de MAIONESE E DO CAFÉ .




       Um professor, durante a sua aula de filosofia sem dizer uma palavra, pega num frasco de maionese e esvazia-o...tirou a maionese e encheu-o com bolas de golfe. A seguir perguntou aos alunos se o Frasco estava cheio. Os estudantes responderam sim. Então o professor pega numa caixa cheia de Caricas e mete-as no frasco de maionese. As Caricas encheram os espaços vazios entre as bolas de golfe. O professor voltou a perguntar aos alunos se o frasco estava cheio, e eles voltaram a dizer que sim.
       Então... o professor pegou noutra caixa... uma caixa cheia de areia e esvaziou-a para dentro do frasco de maionese. Claro que a areia encheu todos os espaços vazios e uma vez mais o professor voltou a perguntar se o frasco estava cheio. Nesta ocasião os estudantes responderam em unânime: Sim!

















Em seguida o professor acrescentou 2 taças de café ao frasco e claro que o café preencheu todos os espaços vazios entre a areia. Os estudantes nesta ocasião começaram a rir ... mas repararam que o professor estava sério e disse-lhes:


       'QUERO QUE SE DÊEM CONTA QUE ESTE FRASCO REPRESENTA A VIDA'.

       As bolas de golfe são as coisas Importantes: como a família, os filhos, a saúde, os amigos, tudo o que te apaixona. São coisas, que mesmo que se perdêssemos tudo o resto, as nossas vidas continuariam cheias.
       As caricas são as outras coisas que importam como o trabalho, a casa, o carro, etc.
       A areia é tudo o demais, as pequenas coisas. Se pusermos primeiro a areia no frasco, não haverá espaço para as caricas nem para as bolas de golfe. O mesmo acontece com a vida.
       Se gastássemos todo o nosso tempo e energia nas coisas pequenas, nunca teríamos lugar para as coisas realmente importantes. Presta atenção às coisas que são cruciais para a tua Felicidade. Brinca ensinando os teus filhos, arranja tempo para ires ao médico, namora e vai com a tua/teu namorado/marido/mulher jantar fora, pratica o teu desporto ou hobby favorito.
       Haverá sempre tempo para limpar a casa e reparar as canalizações. Ocupa-te das bolas de golfe primeiro, das coisas que realmente importam. Estabelece as tuas prioridades, o resto é só areia...
       Um dos estudantes levantou a mão e perguntou o que representava o café.
       O professor sorriu e disse:



       "... O café é só para vos demonstrar, que não importa o quanto a vossa vida esteja ocupada, haverá sempre espaço para um café com um amigo".


PENSEM NISSO MEUS QUERIDOS ... 


GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER

terça-feira, 13 de março de 2012

A CHAMA QUE NOS MOVE É O AMOR (4) ...



LUA TAMBÉM SABE INTERAGIR !!!
É INCRÍVEL ... 
MAS , É VERDADE !!!


LUA ESTÁ PASSANDO UNS DIAS LÁ EM CASA ...
NO COMEÇO FICOU 
POR QUE MINHA IRMÃ PRECISAVA IR PARA SÃO PAULO , ENTÃO , 
A SARA FICOU LÁ EM CASA COM ELA PARA SER SUA CUIDADORA .
LUA AMA A SARA ( QUE É MINHA SOBRINHA ), MINHA IRMà
RETORNOU E DECIDIU FICAR MAIS UNS DIAS ... 



LUA GANHOU UMA BANHEIRA PARA FICAR MAIS A VONTADE , 
( É QUE ELA NÃO PARA ) ... 
GOSTOU MUITO E  ATÉ PEDE PARA ENTRAR !!!

 

LUA ATÉ ENGORDOU  QUANDO ESTAVA NOS CUIDADOS DA 
SARA , ELA TEM A QUANTIDADE QUE PODE COMER ( A RAÇÃO 
É ESPECIAL PARA CÃES QUE TEM PROBLEMAS URINÁRIOS ) , 
MAS , LUA COM AQUELA CARINHA DE FOME ... 
SARA NÃO RESISTIA E SEMPRE COLOCAVA MAIS RAÇÃO ,
E LUA COMO NÃO É BOBA COMIA SEMPRE MAIS QUE PODIA !!!


OUTRO DIA FOI ATÉ ENGRAÇADO ... 
TODOS ACORDARAM E LUA IA ENTRANDO NO MEU QUARTO , 
EU SAINDO ENCONTREI COM ELA NA PORTA E COMECEI A CANTAR : 
" BOMM DIAA , BOMM DIAA , BOMM DIAA ...
HOJE ACORDEI TÃO FELIZZZ ... "
E BATENDO PALMA ... 
ELA PULAVA IGUAL UMA FOQUINHA E RODAVA TODA FELIZ . 
SARA COMEÇOU A RIR E FALOU : 
- NOSSA FAMÍLIA É DOIDA .
RESPONDI : 
- E FELIZ !!!


ONTEM FOI DEMAIS ( 12/03 ) ...
MAMÃE TINHA UMA CONSULTA MARCADA EM VILA VELHA / ES. 
COMO MORAMOS NO INTERIOR TIVEMOS QUE SAIR MAIS CEDO ... 
OONA IA LÁ PARA FICAR CUIDANDO DA LUA MAS , COMO TRABALHA ,
SÓ PODERIA IR UMA POUCO MAIS TARDE ... 
QUANDO ESTÁVAMOS SAINDO , LUA FICOU  DEITADA 
NO TRAVESSEIRO NO CHÃO QUIETINHA OLHANDO ( MINHA IRMà
ACHOU INCRÍVEL ), ELA GERALMENTE CHORA QUANDO FICA 
SOZINHA !!! 
RETORNAMOS A NOITE ... 
LUA FEZ FESTA , COMEU E MINHA IRMÃ , MEU IRMÃO E EU 
FICAMOS NA VARANDA CONVERSANDO ... 
LUA VEIO PARTICIPAR DO BATE-PAPO , OLHOU NA MINHA 
DIREÇÃO E COMEÇOU A FAZER UM BARULHO NA BOCA TIPO : 
HUAUHUAUHUAU E OLHAVA PARA A LATA DE RAÇÃO ... 
MINHA IRMÃ FALOU COMIGO : 
- FALA COM ELA QUE NÃO PODE !!! 
OLHEI PARA ELA E FALEI : 
- LUA NÃO PODE , PEDE A SUA MÃE SE ELA DEIXAR TE DOU !!! 
ELA CONTINUOU E FALEI DE NOVO ... 
NUM DETERMINADO MOMENTO ELA OLHOU PARA MINHA IRMÃ E 
FEZ O MESMO : 
HUAUHUAUHUAUHUAU , COMO SE TIVESSE ENTENDIDO QUE ERA 
PARA PEDIR !!! 
PODE PARECER BOBAGEM , MAS FOI O QUE ENTENDI E MINHA 
IRMÃ TAMBÉM ... 
LUA GANHOU MAIS RAÇÃO !!!

REALMENTE A CHAMA QUE NOS MOVE É O AMOR !!!


GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER 


sexta-feira, 9 de março de 2012

QUANDO O CORAÇÃO FALA ...

                                                 
O CÓDIGO DA VIDA 




“Siga confiante por entre o clamor e a impaciência
e lembre-se de que a paz pode se esconder no silêncio.
Esteja bem com todos até onde não seja preciso sacrificar os seus princípios. 
Diga a sua verdade de um modo sereno e claro e ouça os outros; 
mesmo os tolos e ignorantes, eles também têm a sua história. 
Evite as pessoas vulgares e agressivas, pois elas são vexatórias ao espírito. 
Não se compare aos outros, para não se tornar vaidoso ou amargo, 
pois sempre haverá melhores e piores que você.

Desfrute das suas realizações tanto quanto dos seus planos. 
Interesse-se pela sua profissão por mais humilde que seja; 
ela é um bem verdadeiro na sorte inconstante da vida. 
Tenha prudência nos seus negócios, pois o mundo está cheio de traições. 
Mas não deixe que isto o torne cego para o valor; 
são muitas as pessoas que lutam por um ideal nobre 
e por toda parte a vida está cheia de heroísmo. 
Seja autêntico, sobretudo não simule afeição. 
Mas não deixe de crer no amor, pois face a toda aridez 
e desilusões ele é tão perene quanto a relva. 
Aceite graciosamente o conselho dos anos, 
abrindo mão de bom grado das coisas da juventude.

Fortaleça seu espírito para poder enfrentar os golpes súbitos do destino. 
Mas não se torture com os produtos de sua imaginação. 
Muitos pesadelos são frutos do cansaço e da solidão. 
Tenha uma disciplina sadia, mas não exija demais de si mesmo. 
Você é uma parte do Universo, como as árvores e as estrelas. 
Você tem o direito de estar aqui. 
E, quer lhe pareça claro ou não, 
o Universo está evoluindo como deve ser.

Portanto, esteja em paz com Deus, 
qualquer que seja a sua concepção do mesmo. 
E, quaisquer que sejam as suas vicissitudes ou aspirações, 
no ruidoso tumulto da vida, esteja em paz com a sua consciência. 
Apesar de todas as falsidades; de todos os transtornos 
e de todos os sonhos desfeitos, o Mundo é belo.
Portanto, procure ser sempre feliz.”

Texto encontrado na Igreja de Saint Paul, 
em Baltimore (EUA) em 1792




quinta-feira, 8 de março de 2012

8 DE MARÇO ... PORQUE ???


No Dia 8 de março de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos, situada na cidade norte americana de Nova Iorque, fizeram uma grande greve. Ocuparam a fábrica e começaram a reivindicar melhores condições de trabalho, tais como, redução na carga diária de trabalho para dez horas (as fábricas exigiam 16 horas de trabalho diário), equiparação de salários com os homens (as mulheres chegavam a receber até um terço do salário de um homem, para executar o mesmo tipo de trabalho) e tratamento digno dentro do ambiente de trabalho.
A manifestação foi reprimida com total violência. As mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada. Aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas, num ato totalmente desumano.


Porém, somente no ano de 1910, durante uma conferência na DINAMARCA, ficou decidido que o 8 de março passaria a ser o "Dia Internacional da Mulher", em homenagem as mulheres que morreram na fábrica em 1857. Mas somente no ano de 1975, através de um decreto, a data foi oficializada pela ONU (Organização das Nações Unidas).


Objetivo da Data 
Ao ser criada esta data, não se pretendia apenas comemorar. Na maioria dos países, realizam-se conferências, debates e reuniões cujo objetivo é discutir o papel da mulher na sociedade atual. O esforço é para tentar diminuir e, quem sabe um dia terminar, com o preconceito e a desvalorização da mulher. Mesmo com todos os avanços, elas ainda sofrem, em muitos locais, com salários baixos, violência masculina, jornada excessiva de trabalho e desvantagens na carreira profissional. Muito foi conquistado, mas muito ainda há para ser modificado nesta história.




Conquistas das Mulheres Brasileiras 

Podemos dizer que o dia 24 de fevereiro de 1932 foi um marco na história da mulher brasileira. Nesta data foi instituído o voto feminino. As mulheres conquistavam, depois de muitos anos de reivindicações e discussões, o direito de votar e serem eleitas para cargos no executivo e legislativo.

Observações no Dia Internacional da Mulher


Há um século, as mulheres não tinham o direito de votar na maior parte dos países do mundo. A nação pioneira nesse campo foi a Nova Zelândia (1893), o primeiro país latino-americano a reconhecer esse direito foi o Equador (1929) e o Brasil deu esse passo apenas em 1932.
No centro do maior império mundial, nas primeiras décadas do século XX, a Inglaterra, as mulheres só conquistaram o direito de votar em 1918, com a aprovação do Representation of the People Act. Nos anos anteriores, as principais cidades britânicas eram sacudidas pelas mulheres em campanha por sua cidadania. Foram protestos sangrentos, como o suicídio da sufragista Emily Davison, que (pelo voto feminino no Reino Unido) se jogou debaixo das patas do cavalo do Rei Jorge V, em Londres, durante o Derby de 1913.
Mesmo no dito berço da democracia moderna, os Estados Unidos, as mulheres penaram para votar. Apesar do então território do Wyoming ter tomado a inciativa de abrir as urnas à mulher em 1869, apenas em 1920 o Congresso americano reconhece o direito ao voto feminino em toda União, aprovando para este fim a 19ª Emenda, proibindo a discriminação política com base no sexo (hoje apelidar-se-ia de “gênero”). Exatos 50 anos depois que a 15ª Emenda, aprovada em 1870, havia garantido o voto aos homens de qualquer raça, cor e condição social nos Estados Unidos da América.
Há um século as mulheres também não votavam na Alemanha, onde o sufrágio feminino só vigora a partir de 12 de novembro de 1918. Por sua vez, as argentinas só teriam esse direito a partir de 23 de setembro de 1947, e graças a empatia de Evita Perón.
No século 21, mesmo com a sobrevivência de deformações legais e morais como a pena de morte (lapidação ou decapitação) de mulheres consideradas adúlteras (Irã, Afeganistão, Arábia Saudita…), é tremendamente positiva a mudança em comparação há um século em termos dos direitos da mulher.
Apenas para citar três das líderes políticas nacionais mais citadas pela mídia brasileira nos dias em curso, temos três chefes de governo com altos índices da provação em seus países e prestígio de sobra no exterior: Dilma Rousseff, no Brasil; Cristina Kirchiner, na Argentina e Ângela Merkel, na Alemanha. E se olharmos para o afamado Oscar, nos lembraremos que o carecão de Hollywood, em sua versão 2012, arrebanhou indiscutíveis elogios ao ser concedido como referência de melhor atriz para Meryl Streep por seu papel como a Dama de Ferro, interpretando fielmente a britânica Margareth Tatcher.
Sem dúvida, grandes avanços em um século. Pena que essa ascensão tenha destruído uma doce ilusão: a de que as mulheres seriam líderes políticas sem os defeitos das lideranças masculinas.


Marcos das Conquistas das Mulheres na História 
 
- 1788 - o político e filósofo francês Condorcet reivindica direitos de participação política, emprego e educação para as mulheres.
- 1840 - Lucrécia Mott luta pela igualdade de direitos para mulheres e negros dos Estados Unidos.
- 1859 - surge na Rússia,, na cidade de São Petersburgo, um movimento de luta pelos direitos das mulheres.
- 1862 - durante as eleições municipais, as mulheres podem votar pela primeira vez na Suécia.
- 1865 - na Alemanha, Louise Otto, cria a Associação Geral das Mulheres Alemãs.
- 1866 - No Reino Unido, o economista John S. Mill escreve exigindo o direito de voto para as mulheres inglesas
- 1869 - é criada nos Estados Unidos a Associação Nacional para o Sufrágio das Mulheres
- 1870 - Na França, as mulheres passam a ter acesso aos cursos de Medicina.
- 1874 - criada no Japão a primeira escola normal para moças
- 1878 - criada na Rússia uma Universidade Feminina
- 1901 - o deputado francês René Viviani defende o direito de voto das mulheres      





Parabéns às Joanas Darc, às Anitas, às Madres Terezas, às Anastácias, às Marias Quitérias, às Chiquinas Gonzagas, às Marias Bonitas, às Olgas, às Rosas Luxembrugos, às Evitas, às Pagus, às Zuzus, às Princesas Isabel, às Indiras, às Dilmas, à Marias, às Anas, às Antônias, ou seja, um grande parabéns a todas as MULHERES desse mundo, de hoje e de sempre. 


ABRAÇO CARINHOSO E FRATERNAL ...


GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER

terça-feira, 6 de março de 2012

O ALVO !!!







ACONTECEU COMIGO ...





SÁBADO ( 03/03 ) , FUI NO SHOPPING VITÓRIA / ES. COM NILZA 
PARA COMPRAR MEU PRESENTE DE ANIVERSÁRIO.
CHEGAMOS NO SHOPPING E FOMOS LOGO NA LOJA , DEPOIS DE 
COMPRAR MEU PRESENTE ...
FOMOS ENCONTRAR COM LÍGIA , UMA AMIGA QUE MARCAMOS DE 
ENCONTRAR NO SHOPPING PARA TOMAR UM CHOPP E COLOCAR 
A CONVERSA EM DIA ...
FOMOS PARA O SEGUNDO PISO E COMO O CALOR ESTAVA DEMAIS , 
FOMOS PARA A ÁREA ABERTA QUE É MELHOR ... 
SENTAMOS E PEDIMOS UMA TORRE , FICAMOS AGUARDANDO E 
CONVERSANDO ... 
EU , SEM SABER ESTAVA NO LUGAR CERTO , NA HORA CERTA ... 
( IMAGINO ATÉ O POMBO DANDO UM SORRISO ) 
FUI O ALVO DO POMBO , QUE COM CERTEZA ESTAVA AGUARDANDO 
UMA VÍTIMA .
MINHA REAÇÃO FOI RIR E FALAR : 
- É QUENTINHO ... RSRSRS 
A GARÇONETE TROUXE GUARDANAPO PARA ME LIMPAR E FOI 
FALANDO QUE DIAS ATRÁS UM RAPAZ TAMBÉM FOI ALVO DO 
POMBO , QUE TIROU A CAMISA E OS SEGURANÇAS DO SHOPPING 
VIERAM PARA COMUNICAR QUE ELE NÃO PODERIA FICAR SEM 
CAMISA ALI , O RAPAZ FALOU O PORQUE DE ESTAR SEM CAMISA 
E QUE NÃO TINHA COMO COLOCAR ...
ELE FOI ENCAMINHADO PARA UMA LOJA E LÁ COMPROU UMA 
CAMISA NOVA , QUE O SHOPPING PAGOU ... 
NO MEU CASO ERA UM POUCO COMPLICADO , POIS ESTAVA DE 
VESTIDO ...  
BOM , COMO REZA A LENDA QUE COCÔ DE POMBO TRÁZ SORTE ( NUNCA 
HAVIA PENSADO E MUITO MENOS ESCUTADO ) UMA AMIGA JURA 
QUE É VERDADE ...
A NOITE TRANSCORREU TRANQUILA , SEM MAIS SURPRESAS FECAIS !!!
QUANTO A SORTE ??? 
SÓ TENHO A AGRADECER !!! 



GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER 





sábado, 3 de março de 2012

NO FOLCLORE BRASILEIRO TEMOS MUITO MAIS ...

O folclore Brasileiro  é composto por mitos e lendas das regiões do Brasil, ou seja, há mitologia, contos e lendas populares, lendas e mitos da cultura popular brasileira, saci-pererê, curupira, boitatá, lobisomem e mula-sem-cabeça, festas populares, dia do Folclore, festividades e comemorações, contos folclóricos do nordeste. (Mula-sem-cabeça e Curupira).






Mas, o que é folclore? Uma definição para o folclore pode ser a seguinte: um conjunto de mitos,  lendas e  parlendas que as pessoas passam de geração para geração. Muitos nascem da pura imaginação das pessoas, principalmente dos moradores das regiões do interior do Brasil. Muitas destas histórias foram criadas para passar mensagens importantes ou apenas para assustar as pessoas. Veja agora algumas lendas, mitos e contos folclóricos do Brasil:




Boitatá: Representada por uma cobra de fogo que protege as matas e os animais e tem a capacidade de perseguir e matar aqueles que desrespeitam a natureza. Acredita-se que este mito é de origem indígena e que seja um dos primeiros do folclore brasileiro. Foram encontrados relatos do boitatá em cartas do padre jesuíta José de Anchieta, em 1560. Na região nordeste, o boitatá é conhecido como “fogo que corre”.
Boto: Acredita-se que a lenda do boto tenha surgido na região amazônica. Ele é representado por um homem jovem, bonito e charmoso que encanta mulheres em bailes e festas. Após a conquista, leva as jovens para a beira de um rio e as engravida. Antes de a madrugada chegar, ele mergulha nas águas do rio para transformar-se em um boto.
Lobisomem: Este mito aparece em várias regiões do mundo. Diz o mito que um homem foi atacado por um lobo numa noite de lua cheia e não morreu, porém desenvolveu a capacidade de transforma-se em lobo nas noites de lua cheia. Nestas noites, o lobisomem ataca todos aqueles que encontra pela frente.
Saci-Pererê: O saci-pererê é representado por um menino negro que tem apenas uma perna. Sempre com seu cachimbo e com um gorro vermelho que lhe dá poderes mágicos. Vive aprontando travessuras e se diverte muito com isso. Adora espantar cavalos, queimar comida e acordar pessoas com gargalhadas. O folclore é comemorado com eventos e festas, no dia 22 de Agosto, aqui no Brasil. Em 2005, foi criado do Dia do Saci, que deve ser comemorado em 31 de outubro. Festas folclóricas ocorrem nesta data em homenagem a este personagem.
O importante mesmo é que todo este conto faz parte da historicidade e cultura de uma gente que ama contar e inventar histórias e quanto mais interessante for o conto mais fácil ele se dissemina de pessoa para pessoa, de pai para filho, de avó para neto e  e por ai vai se multiplicando as maneiras de se contar tantas lendas advindas do imaginário humano. O Folclore faz parte da cultura de diversas regiões do Brasil sendopor isso uma patrimônio cultural de uma nação tão grande e rica como é o Brasil.






E TEMOS MUITO MAIS :   



 Tem até retrato falado de alguns deles. Olhe só.
Esse é o Caboclo D’Água, o monstro que, segundo relatos, ataca pessoas e animais em lagos.
(Ilustrações de Deivison/Divulgação)
cabloco_d__gua_2.jpg
Como você imaginou a malvada Maria-Sabão? Dizem que ela vive escondida fazendo sabão com suas vítimas num grande caldeirão…
maria_sab__o.jpg
O Homem-Toco também tem retrato falado. É bem assustador! Em forma de tronco, usa suas raízes para derrubar pessoas e animais.
 HOMEM DO TOCO_4.jpg
Ficou com medo? Calma, você ainda precisa conhecer outras histórias, como a do Ipupiara. Esse monstro vivia no mar e, segundo a lenda, era um devorador de gente! Diz a lenda também que um senhor teria matado a criatura em 1564. Ele o descrevera como uma fera com pelos por todo o corpo e um focinho com bigodes.
Tem também o Labatut, que seria a reencarnação do general francês Pierre Labatut. Considerado mais perigoso que o lobisomem, ele é coberto de espinhos muito duros, tem um olho só e seus pés são redondos como os de um elefante. Antes de atacar, ele olha pelo buraco da fechadura!
Tão assustador quanto o fantasma do general é o Gorjala, um gigante que vive no Norte do Brasil. Ele costuma se esconder nas serras e penhascos. Seu ataque é bem nojento: ele prende as vítimas em seu sovaco!
Outro monstro brasileiro é o Chimbamba. Ele não não fala, só ronca como um porco e faz passos de dança. A lenda conta que ele surgiu pelo mesmo motivo do Bicho Papão: fazer com que crianças parassem de chorar sob ameaça de sua aparição. Até que esse não causa tanto medo, não é?
Diferente da história da Cachorra da Palmeira, que é de botar medo em qualquer um! Uma jovem desafiou uma senhora que chorava a morte de Padre Cícero. “Por que está chorando?”, perguntou. “Ora, por quê?! Estou de luto pela morte de Padre Cícero”, respondeu a senhora. “Pois deveria é chorar pela morte de minha cachorrinha!”.
Foi o bastante para a menina ser transformada numa cadela, de tanta raiva que a senhora de luto ficou. Dizem que ela foi capturada por seu irmão e vive numa jaula até hoje em algum lugar do Nordeste. Essa lenda surgiu em 1934.
Alguns livros de dar medo
Gostou dessas histórias? No livro As 100 Melhores Lendas do Nosso Folclore ,  você conhece mais um pouco do universo dos monstros do nosso país.
Além de trazer perfis de criaturas estranhas, o livro de Ademilson Franchini conta lendas que surgiram com os índios, como a dos Filhos do Trovão, que narra o dia em que o Trovão deu um estrondo tão forte que o céu rachou.





CONFIRA TAMBÉM :


A origem dos monstros do folclore brasileiro



Saci, Mula sem Cabeça e Cuca todos conhecem. Mas será que Caboclo-d'água, Papa-Figo, Perna Cabeluda e Bicho da Carneira, alguém já ouviu falar? Para contar a origem desses e outros monstros do folclore brasileiro a Revista de História da Biblioteca Nacional (RHBN) traz este mês um especial com duas reportagens sobre o assunto, além de artigo assinado pelo pesquisador Luís Carlos Mendes Santiago. A publicação mostra que até hoje essas bestas assustam muitas cidades Brasil afora, como é o caso de Mariana/MG, onde surgiu inclusive uma associação para caçar monstros.
A revista preparou também um dossiê sobre os 90 anos da Semana de 22 e mostra que o modernismo não aconteceu apenas em São Paulo, mas várias cidades também apresentavam produção cultural de vanguarda, até hoje ignorada por muitos.

A Revista de História da Biblioteca Nacional é a única em seu segmento editorial especializada em História do Brasil e traz, a cada mês, reportagens e artigos assinados por importantes historiadores e sociólogos. A publicação é mensal e vendida em bancas de todo o País.

É MUITO INTERESSANTE , REALMENTE VALE A PENA 
CONFERIR ... 

GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER