Seguidores

segunda-feira, 19 de março de 2012

MOMENTO PARA UMA BOA REFLEXÃO( 2 ) ...

Sobre Pontes e Muros




AS PONTES DA UNIÃO



Dois irmãos que moravam em fazendas vizinhas, separadas apenas por um riacho, entraram em conflito.Foi a primeira grande desavença em toda uma vida de trabalho lado a lado.Mas agora tudo havia mudado. O que começou com um pequeno mal entendido, finalmente explodiu numa troca de palavras ríspidas, seguidas por semanas de total silêncio. Numa manhã, o irmão mais velho ouviu baterem à sua porta.
-Estou procurando trabalho, disse ele. Talvez você tenha algum serviço para mim.
-Sim, disse o fazendeiro. Claro! Vê aquela fazenda alí, além do riacho? É do meu vizinho. Na realidade, do meu irmão mais novo. Nós brigamos e não posso mais suportá-lo. Vê aquela pilha de madeira ali no celeiro? Pois use para construir uma cerca bem alta.
-Acho que entendo a situação, disse o carpinteiro. Mostre-me onde estão a pá e os pregos.
O irmão mais velho entregou o material e foi para a cidade.O homem ficou ali cortando, medindo, trabalhando o dia inteiro.Quando o fazendeiro chegou, não acreditou no que viu: em vez de cerca, uma ponte foi construída ali, ligando as duas margens do riacho. Era um belo trabalho, mas o fazendeiro ficou enfurecido e falou:
-Você foi atrevido construindo essa ponte depois de tudo que lhe contei.
Mas as surpresas não pararam aí. Ao olhar novamente para a ponte viu o seu irmão se aproximando de braços abertos. Por um instante permaneceu imóvel do seu lado do rio. O irmão mais novo então falou:
-Você realmente foi muito amigo construindo esta ponte depois do que eu lhe disse.De repente, num só impulso, o irmão mais velho correu na direção do outro e abraçaram-se, chorando no meio da ponte. O carpinteiro que fez o trabalho partiu com sua caixa de ferramentas.
-Espere, fique conosco! Tenho outros trabalhos para você.
E o carpinteiro respondeu:
-Eu adoraria, mas tenho outras pontes a construir…
Já pensou como as coisas seriam mais fáceis se parássemos de construir cercas e muros e passássemos a construir pontes com nossos familiares, amigos, colegas do trabalho e principalmente nossos inimigos?…
Obs.: "Que exista sempre essa ponte que nos une".
(Charles Kattering)




Disse Isaac Newton: " Construimos muitos muros e poucas pontes!" Esta é uma afirmação atemporal pela verdade que até hoje encerra…E muros há por toda parte, em nossas casas, no ambiente de trabalho, nos partidos políticos, nas religiões, nas fronteiras armadas dos paises e, o pior deles, pois que de material por vezes indestrutível: os muros invisíveis que construímos ao redor de nós mesmos…

Lembro-me agora de um muro famoso: a Muralha da China, que com seus 6000 km pode ser  vista da Lua… Quanto sacrifício, quantas vidas perdidas na construção de um símbolo de separação de homens, de poder e defesa… Os muros nos relembram nossa condição de lobos do próprio homem (homo homini lupus…), nos avivam a contradição que existe na convivência pacífica…

Não é fácil derrubar um muro e nem sempre sua derrubada servirá à construção de uma ponte…Basta pensarmos na histórica queda do Muro de Berlim (09/11/1989)… Simbolicamente  bom…mas que avanços houve rumo à PAZ entre os povos? E nestes tempos de muitas mudanças externas e raras internas, nas guerras ainda atuais, pontes ainda são alvos primeiros no ataque ao inimigo…

E porque é tão difícil derrubar um muro? Primeiro porque é preciso que se queira derrubá-lo e segundo, é necessário aprender a viver sem ele. Isso significa que é preciso querer se aproximar, sentir necessidade do contato com o outro. Viver sem um muro, seja este material ou imaterial, é estar vulnerável, é conseguir lidar com a exposição de si ao olhar alheio – seja de aprovação, seja de reprovação. Pontes levam ao desconhecido outro; muros protegem do desconhecido outro…

O que nos impele a construir um em detrimento de outro? Nossos sentimentos de ódio, nossa razão enfraquecida, nossa ignorância (o não conhecimento) ergue os muros; ao contrário, nossa tolerância, as variantes do Amor, nossa compreensão de nós mesmos e do outro faz com que construamos pontes.

Quantas pontes poderiam ser construídas com os tijolos do diálogo? diálogo entre vizinhos, parentes, países… Quantas surgem a cada nova amizade? Construímos pontes quando deixamos de lado nosso egoismo, nossa indiferença, quando abrimos a porta de nossos corações às batidas do nosso semelhante que sofre… E a cada vez que nos deixamos cegar pela ira, a cada vez que agimos como instrumentos de difamação do outro, a cada vez que disseminamos falácias e preconceitos colocamos mais um tijolo que irá fortalecer a estrutura de nossos muros…

À guisa de nos protegermos das ameaças externas, a cada novo muro aumenta o nosso próprio isolamento; ao nos distanciarmos do outro, já não pode haver distância segura que nos proteja, pois que nele vemos um inimigo em potencial… Podemos escolher o que construir com o mesmo número de tijolos; porém, nossa comodidade, nosso egoísmo prefere a arquitetura mais simples… Esquecêmo-nos todos de que quanto mais fechados em nossos domínios, mais se estreita nossa visão… Pensemos nisso…

 
O texto que segue é do filósofo e escritor francês Jean-Marie Muller; penso que é uma excelente complementação para a reflexão de meus amigos:
 
"A violência constrói muros e destrói pontes. A não-violência nos convida a derrubar muros e construir pontes. Tarefa extremamente difícil. A arquitetura dos muros não exige qualquer imaginação: basta seguir a Lei da Gravidade; enquanto a das pontes exige muito mais inteligência: é preciso vencer a força da gravidade. Os muros mais visíveis que separam os homens são os de cimento que martirizam a geografia e dividem a terra que necessita ser compartilhada. Mas existem também muros no coração e na mente dos homens. São os muros de ideologias, preconceitos, menosprezos, estigmatizações, rancores, ressentimentos, medos. Apenas aqueles que, seja qual for o campo em que atuam, tiverem a lucidez, a inteligência e a coragem de derrubar esses muros e construir pontes que possibilitam aos homens, às comunidades e aos povos se encontrarem, se reconhecerem, dialogarem e começarem a se compreender, somente estes são os artesãos da paz que salvaguardam o futuro da humanidade."


PENSEM NISSO MEUS QUERIDOS ...

GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER 

7 comentários:

Juju Porcino Loureiro disse...

Olá amiga,
Parabéns pela sua postagem. Muito boa e reflexiva. Que DEUS nos ajude sempre a vencer os obstáculos que só causam dor e separação...

O Papa João Paulo II estava bem iluminado quando disse:
"A violência destrói o que ela pretende defender: a dignidade da vida, a liberdade do ser humano."

Beijos e boa tarde!!!

APENAS PALAVRAS disse...

AMO VIR AQUI DESFRUTAR DE SABIAS PALVRAS AS QUAIS DE DEPOIS LIDA ME DA UMA CENSAÇÃO TAO BOA É COMO SE SUAS PALVRAS OU ESCRITA PARTISSEM DE UM SER TAO ESPECIAL...VOCE MULHER NA QUAL NA SUA MAIS PURA FRAGELIDADE E INOCENCIA TRAS A PUREZA NAQUILO QUE DIZ E DE UMA MANEIRA TAO ANGELICAL DEIXA TRANSPARECER NUMA SIMPLES FOLHA OU NUMA TELA DE MUNITOR A SUA MAIS PURA SABEDORIA AS QUAIS SAO EXPRESSAS NA FORÇA E NA FRAGELIDADE DOS TEUS DEDOS QUE SAO ELESTE GUIADO PELO O BATER COMPASSADO DO SEU CORAÇÃO... QUE MESMO NUMA SIMPLES FIGURA OU NUMA SIMPLES E PERFEITA ESCRITA DEIXA PARTE DE SI...QUERIA EU AQUI PERMANECER E AQUI FICAR PRA LER E RELER CADA PALAVRA SUA... CONFESSO QUE AQUI EU MORARIA POR QUE SABERIA QUE ESTARIA EU NUM LUGAR SEGURO NO SEU CORAÇÃO AFINAL SUAS PALAVRAS E SUAS POSTAGEM SAO MERO FRUTOS DO SEU CORAÇÃO...AFINAL É DA ABUNDANCIA DO CORAÇÃO QUE A BOCA FALA... MAS OUSO DIZER QUE VOCE FALA COM OS DEDOS QUE SAO ESTES MOVIDO DE FORMA COMPAÇADA PELO O BATER DO SEU CORAÇÃO QUE TE INSPIRA A ESCREVER AQUILO QUE SOMENTE UM SER FANTASTICO PODESSE FAZER...ME REFIRO A VOCE...MULHER QUE NA SUA MAIS PURA FRAGELIDADE E NA SUA MAIS PURA INOCENCIA TENS A FORÇA NAQUILO QUE FOSTE CONSTITUIDA PELAS MAOS DO CRIADOR....DEIXO-TE UM AFETUOSO BJ EM TEU CORAÇÃO.........

UANDER ALVES DIAS
DO BLOG HTTP://WWW. UANDERESUASCRONICAS.BLOGSPOT.COM

Evanir disse...

Parabéns para nos que tanto carinho temos pelas nossas amizades
quantos vezes mesmo cansados procuramos de alguma forma acarinhar
nossos amigos(AS).
Na verdade ao longo do tempo fez nossa amizade crescer
hoje somos como irmãos .
Uma verdadeira nação de blogueiros unidos no amor.
Um beijo carinhoso pelo nosso dia.
Que muitos anos possamos comerar cada vez mais unido essa Dia.
Carinhos meus.Evanir..




Parabéns para nos que tanto carinho temos pelas nossas amizades
quantos vezes mesmo cansados procuramos de alguma forma acarinhar
nossos amigos(AS).
Na verdade ao longo do tempo fez nossa amizade crescer
hoje somos como irmãos .
Uma verdadeira nação de blogueiros unidos no amor.
Um beijo carinhoso pelo nosso dia.
Que muitos anos possamos comerar cada vez mais unido essa Dia.
Carinhos meus.Evanir..




Parabéns para nos que tanto carinho temos pelas nossas amizades
quantos vezes mesmo cansados procuramos de alguma forma acarinhar
nossos amigos(AS).
Na verdade ao longo do tempo fez nossa amizade crescer
hoje somos como irmãos .
Uma verdadeira nação de blogueiros unidos no amor.
Um beijo carinhoso pelo nosso dia.
Que muitos anos possamos comerar cada vez mais unido essa Dia.
Carinhos meus.Evanir..

don vito andolina disse...

Hola, concisas y precisas letras van desnudando a golpe de talento le germinal pureza de este blog, si te va la palabra encadenada, la poesía, te espero en el mio,será un placer,es,
http://ligerodeequipaje1875.blogspot.com.es/
gracias, buen día, besos afines..

Cida disse...

Que maravilha!!

Sempre saio daqui mais sábia!
:)

E aí, Giovana, recebeu o meu e-mail?
Espero que venha a ser útil para a Lua.

Beijos afetuosos,

Cid@

Evanir disse...

O Poeta é um fingidor,
finge tão completamente que chega a
fingir que é dor a dor que deveras sente .
*Fernando Pessoa*
Um Feliz Dia Internacional Da Poesia
Creio Que Existe Em Todos Nos Um
Cantinho De Poetar No Coração.
Mais Esse Dom Não Foi Dado
A Todos.
Um Abraço Carinhoso Pelo
Dia Internacional Do Poeta.
De Um Dia Tão Importante Para Todos Nos.
Tem Um Mimo Na Postagem .
Caso Gostar Foi Feito Com
Muito Carinho.
Beijos e Beijos.
Evanir.

Walkyria disse...

O orgulho é o maior obstáculo. Vencê-lo nem sempre é fácil.
Ótima mensagem, botou todo mundo pra pensar, rsrsrss.
Grande abraço.