Seguidores

quarta-feira, 8 de maio de 2013

HISTÓRIAS DA MAMÃE.


Ela sempre tem uma para contar ...
Hoje foi de uma cobra no meio do caminho.


Ela começou, me perguntando se alguma vez
já tinha visto uma cobra em pé ...
Respondi que não ...
Mamãe falou que já tinha visto, e não sabia como a 
cobra conseguia ficar em pé ...
Ai lembrou e falou que quando ela era criança ...
... Morava na roça e quando ia para a escola encontrava 
as outras crianças que esperavam por ela no caminho ...
Um dia lá foi ela mas, para encontras os outros tinha 
que atravessar uma matinha ...
Naquele dia indo caminhando, de repente no meio do 
caminho ...
uma cobra enorme ... Enorme de gorda ... 
Muito ... Mas, muito grossa mesmo ...
Ela no momento não sabia o que fazer ... 
Pulou por cima da cobra que estava estirada no 
caminho ...
Ao invés de continuar, então ...
Voltou pulando novamente por cima da cobra, e 
voltou para casa ...
Chamou o pai e o irmão para irem lá ver e matar a 
enorme cobra ...
Chegando no local a enorme cobra não estava mais lá ...
Falei:
- Mãe, se a cobra era assim tão enorme e grossa, acredito 
que não teria como sumir de repente ???
Ela respondeu:
- Mas sumiu, não deixou nem rastro.
E finalizou a história, pois ia tomar banho.


Não sei se a história é verdadeira, e também 
nem questiono isso ...
Pois o importante é ouvir, sempre ela vem com 
uma nova história ...
Outras vezes conta a mesma ...
OUVIR ...
O MÍNIMO QUE PODEMOS FAZER POR
ELAS.

GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER 





Um comentário:

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Duvidar da mãe?...nem pensar!
É que nem "história de pescado", eles sempre aumentam o tamanho do peixe que disse ter pescado. A gente "finge" que acredita e tudo fica bem!

Feliz dias da mãe,um beijo,
da Lúcia