Seguidores

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

INSTITUTO ROYAL.


O instituto Royal segundo os ativistas, é uma oscip. Ou seja, nós é que pagamos o que acontece ali!!!!! Fomos informados que eles receberam 5 milhões este ano do governo Federal. Na porta do instituto tem uma placa dizendo que é propriedade privada, mas se é uma oscip não pode ser privado, certo? Os ativistas garantem que o instituto está totalmente irregular.


Amigos, além dos beagles centenas de outros animais de várias espécies estão lá sendo torturados, multilados, cortados vivos e depois de tudo isso são sacrificados. Os ativistas estão lá tentado fazer a diferença. Mas nós só iremos conseguir mudar essa realidade se todos os que respeitam a vida, todos os que amam os animais se unirem neste momento.


Temos que mostrar que a população não concorda com isso, que não queremos que nossos impostos sejam utiliazdos para crueldades como essas!!! Que queremos que o Ministério Publico apure imediatamente as irregularidades que apresentamos e feche o instituto já!!!!!


Fonte:Luisa Mell
Formada em Direito pelo Mackenzie, Luisa Mell utiliza seu conhecimento para combater causas injustas e que podem ser mudadas ou ganhar conscientização. É o caso de empresas que utilizam apenas materiais não-ecológicos ou realizam testes em animais. “Recebo notícias, relatos e fotos, todos os dias, de situações inimagináveis, lamentáveis. Passei a querer plantar a semente da vida, do amor, da conscientização nas pessoas”. Luisa parou de comprar bolsas, sapatos e até utilizar cremes ou maquiagens que foram feitos através do abuso animal. A postura, vista como radical por muitos, é apenas uma resposta a sua proximidade com os bichos. “Com o passar do tempo, consegui enxergar o mundo animal e o ser humano em uma totalidade. A entender que a agressão aos animais não está só nos maus tratos gratuitos”, finaliza.




https://secure.avaaz.org/po/petition/MANIFESTATION_ROYAL_INSTITUTE/?dstiMdb&mobile=1

Após resgatar os animais do Instituto Royal, Luísa Mell afirma: “É possível ser fashion sem ser cruel”

Essas maldades tem que ter um fim ...

GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER

Nenhum comentário: