Seguidores

sábado, 8 de fevereiro de 2014

É MUITO BLÁBLÁBLÁBLÁBLÁ ...


QUE ESTÁ SE TORNANDO CANSATIVO.

Vejo alguns post no facebook e também cometários ...
O que postam é como se eles, tivessem a solução de tudo.
A última é a respeito da tal jornalista do SBT,
Rachel Sheherazade, uns contra e outros a favor de sua
declaração:

"O que resta a um cidadão de bem?", perguntou ela, famosa pelos comentários polêmicos sob medida, ao estilo da emissora americana Fox News, identificada com a direita do partido Republicano. "Se defender, é claro". E não ficou apenas nisso, deixando mais nítido, em seguida, que apoiava o espancamento e a execração pública do suposto assaltante:
"Trata-se de legítima defesa de uma sociedade sem Estado contra um estado de violência sem limite", definiu. O site do SBT, em razão da evidente defesa da atitude irracional dos algozes do suspeito de roubou, ficou lotado por mensagens de protesto contra a apresentadora.


















Também temos o caso da médica cubana ...
Ramona matos Rodriguez


A médica cubana Ramona Matos Rodriguez, que veio a o País trabalhar no Mais Médicos, fugiu do regime ditatorial cubano. Ramona estava na cidade de Pacajá. Cansada de ser explorada pelos governos brasileiros e cubanos, fugiu no último sábado e nos procurou.

Ramona pediu ajuda a nós para conseguir asilo político. Vocês se recordam quando fizemos o alerta sobre o escândalo que era o Mais Médicos. Eu alertei que os médicos cubanos receberiam uma parte muito pequena dos R$ 10 mil pagos pelo Brasil, que eles seriam explorados.

Ramona nos entregou cópia do contrato assinado. E sabe qual a surpresa? O contrato é intermediado por uma empresa que funciona como "gato". A "Comercializadora de Servicios Médicos Cubanos S.A." é a responsável pelos contratos. Ela recebe 400 dólares (R$800) dos R$ 10 mil. Outros 600 dólares (R$ 1200) são depositados em uma conta cubana e supostamente seriam pagos quando o médico retornasse. E o restante dos R$ 10 mil mensais? Para o bolso dos ditadores Castro.

Já falei com a Comissão de Direitos Humanos da OAB e vamos entrar com o pedido de asilo, amanhã, no Ministério da Justiça! Se Ramona voltar para Cuba, será presa. A Polícia Federal já está atrás dela. Grampearam o seu telefone. A Liderança do Democratas agora é a embaixada de apoio aos refugiado cubanos. Ela vai ficar aqui. Daqui só sai quando estiver segura

Fiquei triste, ai vi uma outra reportagem:

Médica cubana ‘tem marido em Miami’

Cristina Roberto, dona de um buffet em Brasília, diz ter abrigado a médica cubana Ramona Matos Rodriguez em sua casa, num bairro nobre de Brasília, entre a noite de sábado e terça-feira.
Cristina afirma que conheceu Ramona e outros cubanos em outubro, quando serviu a alimentação do curso de acolhimento em Brasília, e que manteve contato com alguns deles.
Segundo Cristina, recentemente, Ramona telefonou dizendo que queria ir a Brasília num fim de semana porque se sentia sozinha. A empresária ofereceu sua casa para hospedá-la. Ela diz que Ramona chegou no sábado.
Cristina diz que só percebeu que a cubana havia deixado o programa na segunda, quando a médica foi à embaixada dos EUA.
Ramona teria pedido então abrigo por um mês. A empresária recusou, e a cubana deixou a casa na terça. Segundo Cristina, ela diz ter um marido cubano em Miami e não querer voltar a Cuba.
A empresária, que apoia o Mais Médicos, afirma se sentir “usada” e “indignada” com o fato de Ramona dizer que não sabia das condições do programa.

Sei, que todos tem sua opinião a respeito desses dois assuntos, é um direito. Mas, o que vejo é muita conversa fiada, que não chega a lugar nenhum.

E tem mais:
*A Presidente bebâda.
*A Presidente gastou tanto no restaurante em Lisboa.
E bláblábláblá ...

Mas, também já reparei uma coisa ...
Quando alguém posta alguma coisa do próprio município,
são poucos os comentários ou nenhum.
Penso que se querem comentar, o certo seria começar
comentando as faltas do lugar onde moram, suas opiniões 
com certeza seriam mais aproveitadas.

GIOVANA CRISTINA SCHNEIDER



Nenhum comentário: