Seguidores

terça-feira, 18 de julho de 2017

FAÇA SILÊNCIO



Por um instante, deixe-se levar pela serenidade,
deixe os pensamentos mais revoltados se acalmarem.
Faça um minuto de limpeza mental, e deixe o silêncio te envolver.
O silêncio interior fala mais que mil vozes distintas.

Do jeito que caminhamos apressadamente,
da maneira com que tomamos decisões impensadas,
no estilo de vida que mais lembra uma corrida de carros,
nós vamos entrando cada vez mais em uma "mata fechada",
mata de problemas sem fim, uma "fábrica de doidos",
que pede remédios, calmantes, drogas, vícios...

Shhh!
Faça silêncio para organizar os seus desejos,
para manter acesa aquela chama inocente,
da criança que ainda mora em você,
mas que anda perdida, sem rumo, incrédula.
Por amor a sua vida, procure-se depressa,
mas com calma e serenidade,
para redescobrir valores encobertos pelo tempo,
apagados por decepções causadas por terceiros.
A sua vida é única, é dom Supremo!
Tenha tempo para você.

Shhh!
Faça silêncio pelo seu espírito que grita,
que pede minutos de atenção, antes de ferir-se,
antes de entrar de cabeça nessa aventura.
Antes da briga desnecessária,
antes da mágoa doentia,
antes da maledicência que persegue a todos.

Antes que o sol se deite,
que a noite se levante,
antes que mais um dia termine sem você ter pedido perdão,
sem ter dado um abraço nas pessoas mais queridas,
sem ter tido tempo para os seus desejos,
antes que a morte venha bater na nossa porta,
é fundamental fazermos silêncio para refletirmos;
- na qualidade da nossa vida,
- na qualidade dos nossos atos e pensamentos,
e se preciso for, largarmos tudo para recomeçar,
deixarmos nosso egoísmo e orgulho na esquina da ilusão,
e seguirmos em paz, rumo ao nosso infinito,
com doçura e satisfação.
Pois a vida é doce, para os que sabem extrair o seu favo diário,
para quem trabalha, confia, e não desiste de ser feliz.

Shhh!
Silêncio, por amor a você!


Paulo Roberto Gaefke

Um comentário:

Ana Bailune disse...

Se ao menos soubéssemos respeitar o silêncio, quanta coisa ele nos diria!