Seguidores

sexta-feira, 16 de maio de 2014

MARECHAL FLORIANO ... Contando Histórias.

A chegada em uma terra estranha.

Em 10 de Junho de 1859 chega no Porto de Vitória, o navio com imigrantes alemães, A. Borsig. A maioria destas famílias, em 1862 foram residir na região do Rio Braço do Sul.



Relação das famílias:
Kiefer, Krehbiel, Seibel, Knuettel, Bardes, Ewald, Köhler, Waltere, Eberling e Groskopf.
Obs: O navio A. Borsig partiu do porto de Antuérpia na Holanda, no dia 03 de Abril de 1859, com destino a América do Norte. A o sair da Ilha Madeira, o navio tomou outro rumo, o Brasil, chegando ao Porto de Vitória. Pesquisado do livro "Imigrante a duras penas", do autor Ivan Seibel.


* Presidente da província Pedro Leão Velloso, ordenou a medição de novo prazo ao sul da Colônia, as margens do Rio Braço do Sul. Foi contratado o Engenheiro Pedro Cláudio Soído para demarcar 100 prazos, sendo que no lado direito da margem do Rio Braço do Sul, serão 35, onde projeta uma ponte. Esta região ficou conhecida como Colônia Nacional do Braço do Sul. Dentro deste projeto que surgiu a Vila Braço do Sul, hoje Marechal Floriano.



* Em 30 de Maio 1859, embarcaram no navio Luise Friedericke, Porto de Hamburg, na Alemanha, os irmãos Krölhing (Johann e Heinrich), seu destino foi a Colônia Nacional do Braço do Sul. Foram os fundadores da Vila de Santa Maria. Eram naturais da região do Hesse, província de Sulzheim.

*1861

* Chega na Colônia do Braço do Sul novas famílias de alemães:
Balzer, Berg, Damm, Dietze, Ficher, Herbst, Hertel, Hoffmam, Hüber, Hülle, Klippel, Kloss, Koehler, Kröhling, Littig, Mees, Moebius, Müller, Raas, Rasch, Roos, Rupf, Saiter, Shulz, Schunk, Uhl.

* Famílias de brasileiros pesquisados:
Almeida, Bandeira, Coelho, Correia, Deodato, Felisberto, Ferreira, Marques, Martins, Nascimento, Neves, Penha, Pereira, Pinto, Santana, Fernandes Reis, Coutinho Rangel e Vitória.

* Também veio residir nesta região filhos e netos dos primeiros imigrantes que chegaram a Colônia de Santa Isabel em 1847, onde podemos citar: Schneider, Velten, Gerhardt, Hand, Hehr, Christ, e Stein.

* Um dos primeiros filhos de imigrantes a nascer nesta região foi Gustav Fischer, filho de Franz e Friederike Kramer, imigrantes alemães, que vieram para a região do Braço do Sul. Gustav nasceu em 21 de Março de 1861, conforme registro de nascimento do livro da Igreja Luterana de Campinho/ES.

* Neste mesmo ano começou a ser construída a ponte sobre o rio Braço do Sul. O local desta ponte hoje, é a que situa no segundo trevo, em Marechal Floriano, saindo para Belo Horizonte. O custo da ponte foi de 1.754,260 ( Hum mil conto, setecentos e cinquenta e quatro reais).


Relatos da época:

* Segundo informação do Srº João Kuster 1º, seu pai Jacob Kuster dizia que quando chegaram a Vila Braço do Sul em Outubro de 1862, com 06 anos, os imigrantes ficavam alojados em um barração construído de madeira, coberto com folhas de coco, até que se arrumava o seu lote e sua casa, e que seu pai também dizia: "A Vila do Braço do Sul, ficou muitos anos sem moradores, devido este local ser muito alagado, onde havia proliferação da febre amarela."


Fonte: História do Município de Marechal Floriano.
(Jair Littig)

PS: Nas próximas publicações do Blog, colocarei mais da História de Marechal Floriano = Contando Histórias.

Giovana Cristina Schneider

Nenhum comentário: