Seguidores

quarta-feira, 14 de maio de 2014

MARECHAL FLORIANO TEM HISTÓRIA ... Filtrando Fatos.


Marechal Floriano.
 /1861 até 1969/





1861 =>  Foi no governo de José Fernandes da Costa Pereira Júnior, que foram construídas as primeiras casas nesta região, sendo que a maioria foi destruída pelas chuvas torrenciais. Foi projetada uma estrada hoje conhecida como Costa Pereira, perto de Bom Jesus.

1862 => Neste ano a Colônia Nacional Braço do Sul, passou a ser Vila Braço do Sul, hoje a cidade de Marechal Floriano. Conforme relatório da Assembléia Legislativa, datado de 22 de Outubro de 1862, pelo Ministro e Secretário de Estado dos Negócios da Agricultura, comércio e Obras Públicas, Coronel e Engenheiro Pedro de Alcântara Bellegarde.

1872 => Em 19 de Agosto, o Presidente da Província do Espírito Santo, o Srº Antônio Gabriel de Paula Fonseca projeta uma estrada de ferro que partia de Vitória a cidade de Cachoeiro do Itapemirim, estrada essa que passaria na Colônia de Santa Izabel, incluindo a Vila Braço do Sul.

1886 => Ulrich Kuster vem residir na Vila Braço do Sul, e funda a primeira escola, passa a dar aulas ( a aula era toda no idioma Alemão). 

1890 => Phillipp Endlich constrói o primeiro sobrado na Vila Braço do Sul. Neste sobrado também era seu comércio de café e vendas, situada na atual Rua:Emílio Hülle, esta edificação pertence hoje a família Lovatti.

1900 => No dia 13 de Maio, foi inaugurada a Estação Ferroviária, a partir da inauguração a Vila Braço do Sul passa a ser chamada "Marechal Floriano."




1916 => Em 08 de Fevereiro foi fundada a primeira Igreja Católica da Vila de Marechal Floriano. Uma parte do terreno foi doado por Anna Maria Degen Endlich, para construir a Igreja, e a outra parte por Vitto Travaglia para construir o cemitério, teve ajuda de católicos e luteranos. No dia 17 de Dezembro, a capela foi benzida pelo Vigário Padre Martins.

1926 => Em 15 de Abril, o Presidente do Estado Florentino Ávidos inclui a Vila de Marechal Floriano na rede telefônica, ligando a Vila com Campinho e Matilde.

1928 => Neste mesmo ano o Srº Emílio Entringer compra no Rio de Janeiro o primeiro carro da Vila de Marechal Floriano. O carro veio transportado de trem do Rio de Janeiro.




1930 => Com a crise do café, a Vila de Marechal Floriano ficou numa situação difícil. Muitos compradores de café não conseguiram honrar suas dívidas, houve suicídios de lavradores.

1950 => O Governo Federal projeta uma estrada de rodagem que ligaria o porto de Vitória, até a cidade de Cuiabá no Mato Grosso. Esta estrada era conhecida como BR 31 hoje a BR 262.

1959 => O primeiro táxi da Vila de Marechal Floriano, foi do Samiro Pagung. Um carro modelo Ford 29, placa 2-70-53, de Cachoeiro do Itapemirim. Na época era conhecido como "Carro de Praça."





1960 => Em Março acontece a maior enchente de todos os tempos



*Neste mesmo ano o Srº Selso Stein constrói um prédio de dois andares no centro da Vila, foi a segunda construção de dois andares na Vila de Marechal Floriano.

1964 => 13 de Janeiro foi criado o Distrito de Marechal Floriano, pela lei Estadual de nº 1.956/64.

1965 => Em Janeiro é testado pela primeira vez a televisão.

1967 => Foi demolida a Igreja Católica ( Patrimônio de Marechal Floriano).



1969 => Em Novembro foi inaugurada a BR 262, ligando Vitória a cidade de Betim.




Fonte: História do Município de Marechal Floriano
(Jair Littig)

PS: Nas próximas publicações do Blog, colocarei mais da História de Marechal Floriano = Contando Histórias.

Giovana Cristina Schneider



4 comentários:

João Carlos Oliveira disse...

Boa iniciativa continue nos presenteando com estes conhecimentos históricos. 1 abraço

Wagner Gama disse...

Parabéns pela iniciativa, ótima publicação.

bueno5612 disse...

Muito bom a iniciativa ,acho que conhecer a historia da nossa cidade faz pensar como foi dificil a anos atras hoje tudo é diferente o progresso dessa gente nem se quer faz uma ideia,obrigado!!!

dj fabricio Torres disse...

parabéns por conservar nossa historia,que isso sege levado a muitas pessoas do nosso municipio e turistas que frequentam a cidade.
parabéns pelo arquivo unico e brilhante da nossa cidade.