Seguidores

terça-feira, 15 de julho de 2014

MARECHAL FLORIANO ... Resumindo.


Então ... 
Quais fatos e lembranças são importantes para compor tudo? Serão somente as pessoas? Serão somente os fatos? Ou serão ambos?
São ambos, pois deles precisamos, para compor uma história.

 Resgatando Memórias.

Estou tentando, resgatar um pouco da Memória de Marechal. Penso, que aqui temos muitas histórias, que ficaram esquecidas, de pessoas que colaboraram de alguma forma, para que Marechal chegasse até aqui e, isso acredito, não podemos deixar no esquecimento. Estou tendo a colaboração de algumas pessoas, que estão ajudando com Fatos e Fotos, não posso deixar de mencionar o Jair Littig, que com seus registros, tem sido fundamental no meu resgate de memórias.



O registro acima ...
Esta é uma foto da Vila de Marechal (a data não sei), mas acredito que foi por volta do ano de 1916/17..., pois a Igreja Católica aparece no fundo. Nesta foto, é a casa de D.Elsa e a Casa Andreia e no meio a linha do trem. E como dá para ver não tinha mais casa nenhuma até a igreja. D. Elsa tem esta foto ampliada, ela me falou que esta foto, acredita, era uma procissão (procissão, imagino que acontece no domingo) Então, uma foto de um Domingo na Vila de Marechal Floriano no século passado.




O registro acima, é de 1965 ...
Quando colocaram o Cruzeiro que existia, no morro da Macefel. Foi feito uma Procissão, para este acontecimento. 
Estou pesquisando, para postar algumas histórias deste fato.




(Estação de Marechal Floriano em 1904)
Foto acima é da revista O Malho, de maio de 1904. Foi quando o Ministro da Indústria , Viação e Obras Públicas, Lauro Muller, visitou o Espirito Santo.No centro da foto esta o Ministro, o mais alto, ao seu lado o governador, Muniz Freire, o menor. Fonte: Jair Littig


Pesquisar, e passar para vocês, está sendo maravilhoso e gratificante, 
pois gosto muito de ouvir, e contar histórias. E, resgatar memórias 
do lugar que fez e faz parte da minha vida, como posso dizer, 
é uma experiencia impar ...
Penso, juntar tudo e escrever um livro, para que tudo fique registrado mesmo.



Giovana Cristina Schneider

Nenhum comentário: