Seguidores

sábado, 22 de abril de 2017

FESTA DE NOSSA SENHORA DA PENHA

Vamos conhecer a história de Nossa Senhora da Penha no Estado do Espírito Santo.


INÍCIO DA DEVOÇÃO A NOSSA SENHORA DA PENHA, EM 1434.

Existia no norte da Espanha, uma serra muito alta e íngreme chamada Penha de França, na qual o rei Carlos Magno teria lutado contra os mouros desbaratando-os.
Por volta de 1434, certo monge francês sonhou com uma imagem de Nossa Senhora que lhe apareceu no topo de uma escarpada montanha, cercada de luz e acenando para que ele fosse procurá-la.
Simão Vela, assim se chamava o monge, durante cinco anos andou procurando a mencionada serra, até que um dia teve indicação de sua localização e para lá se dirigiu. Após três dias de intensa caminhada e escalando penhas íngremes, o monge parou para descansar, quando viu sentada perto dele uma formosa senhora com o filho ao colo que lhe indicou o lugar onde encontraria o que procurava. Auxiliado por alguns pastores da região, conseguiu achar a imagem que avistaram em sonho.
Construiu Simão Vela uma tosca ermida nesse local, que logo se tornou célebre pelo grande número de milagres alcançados por intermédio da Senhora da Penha, e mais tarde ali foi construído um dos mais ricos e grandiosos santuários da cristandade.
A FESTA DA PENHA
A Festa da padroeira dos capixabas, desde os mais remotos tempos, sempre foi o principal acontecimento religioso de Vila Velha. Tanto que, a partir de 1844, segundo a Lei nº 7, de 12 de novembro do mesmo ano, o dia da Festa da Penha passou a ser considerada feriado em toda a Província do Espírito Santo.
Até julho de 1910, por não existir luz elétrica na cidade, os moradores colaboravam colocando lampiões, à noite, nos peitoris das janelas ou pendurados nas fachadas das casas. O objetivo era orientar os romeiros retardatários para que não perdessem a direção da Prainha, onde eram aguardados pelas embarcações que os levariam de volta à Capital.
Durante o dia o movimento era intenso, com os devotos subindo e descendo a “ladeira da penitência”, com setecentos e oitenta e cinco metros de extensão, até então a única via de acesso ao Santuário da Penha.

As comemorações da Festa de Nossa Senhora da Penha, tem data móvel, ela se inicia no Domingo de Páscoa e termina 09 dias depois. Neste período, todas as Arquidioceses e Dioceses do Espírito Santo, fazem peregrinação ao Convento da Penha, para agradecer as Graças alcançadas, através da intercessão de Nossa Senhora. Um dos momentos mais marcantes, é a Romaria dos Homens, com saída da Catedral Metropolitana de Vitória. São aproximadamente 13 Km de Caminhada, onde os romeiros seguem em oração, até o Santuário. A romaria se encerra com a Santa Missa. 
.Fonte: http://clube.cancaonova.com/outras-materias/vamos-conhecer-a-historia-de-nossa-senhora-da-penha-no-estado-do-espirito-santo/


Giovana Cristina Schneider

Nenhum comentário: